Conteúdo

Santos tem novas medidas de enfrentamento ao coronavírus

5 de abril de 2020
22h 21

Bolsa-alimentação para 11.539 estudantes da rede municipal de ensino de Santos é o que prevê um projeto de lei que será enviado pela Prefeitura à Câmara Municipal nesta segunda-feira (6). A iniciativa vem acompanhada da distribuição de cestas básicas a 5,5 mil famílias do Município, como forma de compensação pelas refeições que eram fornecidas nas unidades escolares. Para gestão dos efeitos de pandemia de Covid-19 na Cidade, outras medidas também foram anunciadas neste domingo (5), em rede social, pelo prefeito Paulo Alexandre Barbosa, como a implantação de centros de triagem nas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) e a disponibilização de leitos de hotel para profissionais de saúde da rede pública de Santos.

Durante o anúncio nas redes sociais, o prefeito também falou sobre a importância da manutenção e estabelecimento de novas medidas restritivas na Cidade, a exemplo das regras para o comércio e a proibição de circulação no calçadão da orla, no último sábado (4). "Nesse momento precisamos seguir com as medidas restritivas. Estamos enfrentando uma crise sem precedentes. O momento requer alerta total e ações rápidas. Todos precisam estar unidos, seguindo os caminhos apontados pela Organização Mundial de Saúde, como estamos fazendo em Santos e na Baixada Santista. A prioridade – na região, no Brasil e no mundo – é a mesma: salvar vidas", reforçou. 

 

CONFIRA ABAIXO AS MEDIDAS COMPLETAS

Projeto cria bolsa-alimentação a mais de 11,5 mil alunos

Cestas básicas serão distribuídas a 5,5 mil alunos cadastrados no Bolsa Família

UPAs terão centro de triagem; hotel receberá pessoal da Saúde

Recesso escolar começa nesta segunda-feira (6)

Luto: mortes de servidores são investigadas

Feedback

Ajude-nos a tornar o Santos Portal melhor. Deixe um comentário, dúvida ou sugestão.