Conteúdo

Escolas municipais antecipam recesso em Santos

5 de abril de 2020
22h 04

Como parte da adequação do calendário escolar, em razão das medidas de controle à Covid-19, a Secretaria de Educação de Santos (Seduc) antecipará o recesso escolar dos professores da rede municipal, que será agora de 6 a 23 de abril de 2020. O recesso soma 18 dias, substituindo os períodos de 10 a 22 de julho (13 dias), além de 22 e 23 de dezembro e 28 a 30 de dezembro (5 dias). 


Quanto às aulas presenciais, quando do encerramento da pandemia, o calendário escolar está sendo ainda revisto, uma vez que o presidente da República, Jair Bolsonaro, assinou medida provisória, em 1º de abril, suspendendo a obrigatoriedade da quantidade mínima de 200 dias letivos em escolas e universidades, mas mantendo a carga horária mínima, que é de 800 horas, para os ensinos fundamental e médio. “Estamos estudando a melhor forma de retomar as aulas, que não se sabe por quanto tempo ficarão suspensas”, afirmou a secretária de Educação, Cristina Barletta. 


Ela frisou que o recesso é somente para professores, pois funcionários, de modo geral, que atuam nas escolas, não podem tirar recesso porque há unidades abertas (41 escolas de ensino fundamental) para garantir alimentação, por meio de cestas básicas, para alunos cadastrados no Bolsa Família (uma cesta por família). Há, também, algumas unidades escolares passando por obras, que estavam agendadas e continuam em atividade.
Para reduzir os efeitos da suspensão das atividades presenciais, foi lançado em 25 de março, no site da Prefeitura (www.santos.sp.gov.br), a plataforma Educa.Santos, dentro da página da Educação, no Portal da prefeitura. Até a última sexta-feira (3), a página recebeu 16.785 acessos.  


A ferramenta disponibiliza atividades educativas, desenvolvidas, selecionadas e organizadas por profissionais da rede municipal para contribuir com a rotina diária de crianças, adolescentes, famílias e professores, enquanto as aulas estão suspensas, seguindo medidas de controle à Covid-19.


Ao entrar na página da Educação, no lado esquerdo da tela, já é possível visualizar o link da plataforma, que está dividida em três grandes grupos: ‘Espaço Para Todos’, ‘Espaço do Aluno’ e ‘Espaço do Professor’. 
O ‘Espaço para Todos’ atinge o público de todas as idades com sugestões educativas e links selecionados, divididos em quatro categorias: leitura, jogos e atividades de convivência.


Já o ‘Espaço do Aluno’ atende estudantes   enquanto as aulas estão suspensas. O recurso oferece rotinas diárias, orientações de estudo, atividades e materiais complementares. 
Segundo a chefe do departamento pedagógico da Seduc, Maria Helena Marques, todo o conteúdo disponível foi criteriosamente elaborado pelos profissionais da secretaria, tomando como referência as habilidades e os objetivos de aprendizagens e desenvolvimento do Currículo Santista, considerando o primeiro trimestre do ano letivo. “As dúvidas que surgirem, ao longo do processo, poderão ser registradas na plataforma, em formulário próprio, criado com o objetivo de acolher e orientar pais e alunos, quando necessário”, explicou. 


Ela ainda afirmou que, neste momento, a rotina de estudos não será computada como reposição de aulas, mas sim como uma compensação de conteúdos, uma vez que não se pode garantir que todos os alunos terão acesso à internet. “No caso de dificuldade de conexão, no retorno às aulas, serão organizados momentos especiais para aqueles que não puderam desenvolver em suas casas as atividades propostas”, completou. 
A plataforma ainda contempla o ‘Espaço do Professor’, que utiliza as Salas Virtuais (Currículo Virtual Santista) já existentes, oferecendo conteúdo formativo para 100% dos professores da rede, da educação infantil ao 9º ano. Haverá fóruns abertos para discussão das práticas propostas. 


Como parte das propostas formativas, seguem em andamento os cursos na modalidade EaD oferecidos pelo Núcleo de Educação a Distância (NuED).  Na segunda quinzena de abril será lançado o Currículo Santista – Edição Especial Covid-19, a fim de orientar o trabalho pedagógico do segundo e terceiro trimestre de 2020 no ensino fundamental.


ESTUDOS

As rotinas para a educação infantil e anos iniciais do ensino fundamental devem ser mediadas pelos pais ou responsáveis.  Os estudos do ensino fundamental e Educação de Jovens e Adultos (EJA) devem ser registrados diariamente em caderno, respeitando as atividades indicadas, e apresentados ao professor quando as escolas voltarem com o atendimento regular. 
Já para o fundamental II e EJA - Ciclo II serão disponibilizadas também atividades da Plataforma E-componentes, do Ambiente Virtual de Aprendizagem - AVA, da Seduc.

 

Confira outras medidas de enfrentamento ao Covid-19 anunciadas neste domingo (5).

Feedback

Ajude-nos a tornar o Santos Portal melhor. Deixe um comentário, dúvida ou sugestão.