Conteúdo

Santos vai rever contratos para concentrar recursos na pandemia

12 de abril de 2020
21h 51

Com queda na arrecadação, estimada em 30%, e aumento exponencial de despesas em virtude do combate à covid-19, a Prefeitura de Santos adotou medidas para direcionar o dinheiro público para o enfrentamento da pandemia no Município.


A partir desta semana, todos as secretarias municipais renegociarão contratos com empresas prestadoras de serviços e fornecedores, com vista à redução de valores. A diferença será aplicada na abertura de leitos hospitalares, aquisição de equipamentos de proteção individual e insumos, na contratação de profissionais de saúde, entre outras necessidades decorrentes da pandemia.


“Vamos iniciar pelos contratos com valores mais elevados, que têm mais impacto no orçamento”, anunciou o prefeito Paulo Alexandre Barbosa, nas redes sociais, na noite deste domingo (12).


Foi anunciada ainda a redução em 30% do valor do salário do prefeito, do vice-prefeito e dos secretários municipais nos próximos três meses. “Nosso objetivo é concentrar recursos no combate à covid-19.  O orçamento precisa caber dentro da nossa realidade”.


Também nesta semana, o Executivo encaminhará à Câmara Municipal projeto de lei voltado ao parcelamento de débitos via internet, para auxiliar os empreendedores da Cidade neste momento de crise. Na semana passada a Prefeitura já havia anunciado a suspensão dos pagamentos dos protestos extrajudiciais da dívida ativa e os pagamentos dos processos administrativos fiscais.

Confira outros anúncios deste domingo (12):

Nova UPA Zona Leste abrirá no próximo domingo como hospital de campanha

Novas regras nas feiras livres. 

Feedback

Ajude-nos a tornar o Santos Portal melhor. Deixe um comentário, dúvida ou sugestão.