Conteúdo

Santos é a 5ª melhor cidade do País para se fazer negócios

16 de outubro de 2019
18h 19

Santos é a quinta melhor cidade do País para se investir. A informação foi publicada pela Revista Exame, que divulgou em sua edição 1.195 o ranking anual Melhores Cidades para Fazer Negócios, elaborado pela empresa de consultoria Urban Systems.

Há dois anos, o Município figura entre os dez primeiros colocados, sendo que em 2018 esteve na 10ª colocação.

O estudo, em sua sexta edição em 2019, avaliou o potencial de desenvolvimento econômico de 317 municípios brasileiros com mais de 100 mil habitantes, destacando os 100 mais atrativos para investimentos.

A pesquisa analisou os quesitos infraestrutura, desenvolvimento econômico, capital humano e desenvolvimento social, destacando as cidades que mantiveram os investimentos em políticas públicas e souberam explorar seus potenciais, superando adversidades.

“De acordo com a pesquisa, os melhores municípios aproveitam suas vocações e mostram a capacidade de enfrentar adversidade, o que temos feito nestes anos de crise, utilizando parcerias para garantir investimentos importantes. Mesmo diante das dificuldades, não paramos de buscar investimentos e ampliamos os serviços disponíveis porque as demandas, neste período, pelos serviços públicos são ampliadas com aumento de procura de vagas em escolas, serviços hospitalares e temos que estar prontos para este atendimento”, disse o prefeito Paulo Alexandre Barbosa.

CATEGORIAS

Por categoria, Santos obteve a 8ª posição em capital humano, a 10ª nos itens desenvolvimento social e infraestrutura e 22ª em desenvolvimento econômico, totalizando 11,995 pontos. As quatro primeiras colocações ficaram para São Caetano do Sul (1º lugar – 13,178 pontos), Vitória (2º lugar – 12,996 pontos), São Paulo (3º lugar – 12,719 pontos) e Barueri (4º lugar – 12,625 pontos).

Ainda de acordo com a pesquisa, as cidades com mais de 100 mil habitantes representam 70% do PIB brasileiro, abrigam 62% das empresas, 72% dos empregos formais e 57% da população brasileira. Entre as dez primeiras posições estão apenas municípios das regiões Sudeste e Sul.

Santos investe no empreendedorismo e qualificação

Santos aposta no empreendedorismo, qualificação profissional e socialização por meio do trabalho desenvolvido nas oito Vilas Criativas e em espaços como a Sala do Empreendedor e Parque Tecnológico.

As Vilas Criativas são equipamentos com foco em atividades de lazer, socialização e geração de renda, todas gratuitas e relacionadas principalmente ao segmento de economia criativa, instaladas pela Prefeitura em áreas de vulnerabilidade social. Oferecem atividades livres nas áreas de cultura, esporte, bem estar e qualificação profissional, além de treinamento em academia (fitness) e sessões de cinema em salas de projeção instaladas nas unidades da Vila Nova, Vila Progresso e Penha.

EMPREENDEDORISMO

Já na Sala do Empreendedor (Rua General Câmara, 30, no Centro) é possível buscar informações sobre os processos necessários para abertura de empresas, alteração de atividades econômicas e transferência de local, fomentando a geração de empregos e renda, incrementando a economia da Cidade. O equipamento representa um salto de qualidade no atendimento da Prefeitura aos empreendedores e profissionais da Cidade, e um grande passo no processo de desburocratização e modernização da máquina administrativa.

PARQUE TECNOLÓGICO

Outro avanço é o trabalho desenvolvido pela Fundação Parque Tecnológico de Santos (FPTS), que tem o objetivo de promover a pesquisa, o desenvolvimento e a inovação tecnológica na Cidade e Baixada Santista, além estimular a cooperação entre instituições de pesquisa, universidades e empresas, oferecendo suporte ao desenvolvimento de atividades intensivas em conhecimento, transformando pesquisa em produtos. Trabalho que já rendeu parceria com uma gigante da tecnologia mundial, a empresa norte-americana Amazon Web Services, que oferece capacitação em tecnologia de nuvem gratuita aos parceiros da FPTS, além de palestras abertas ao público em eventos como a 5ª Semana Municipal de Ciência e Tecnologia de Santos (SMCT), que ocorre da próxima segunda-feira (21) a sábado (27).

Em breve, a FPTS também ganha sede em um prédio que está sendo erguido na esquina das ruas Constituição e Henrique Porchat, na Vila Nova. O projeto, avaliado em R$ 11,9 milhões e sob responsabilidade da Ecoporto, por meio de termo de medidas compensatórias (Trimmc), tem previsão de conclusão no próximo mês de dezembro, com início de funcionamento no primeiro semestre de 2019.

O empreendimento se tornará referência para startups, que irão trabalhar na solução e desenvolvimento de projetos voltados à tecnologia e à economia criativa.

Mais conquistas nacionais

No último mês de setembro, Santos também obteve destaque em outras premiações nacionais. No 3º Prêmio Cidades Sustentáveis, na Capital, o trabalho de inclusão social e capacitação profissional realizado pela Prefeitura nas oito Vilas Criativas conquistou a terceira colocação na categoria Redução da Desigualdade Econômica.

Na mesma premiação, realizada pelo Programa Cidades Sustentáveis e Oxfam Brasil, em parceria com a Associação Brasileira de Municípios e Frente Nacional de Prefeitos, também obteve a terceira colocação na categoria Acessibilidade, com o programa Santos Acessível.

A Cidade também foi avaliada no Ranking Connected Smart Cities 2019 como a sexta mais conectada e inteligente do Brasil, além de ser a primeira colocada no eixo temático Meio Ambiente, referente à qualidade de seu saneamento básico, segunda em Urbanismo e 12ª em Economia. O levantamento foi realizado pela empresa de consultoria Urban Systems, em parceria com a Sator, que mapeia todas as cidades com mais de 50 mil habitantes (666 municípios) do País com o objetivo de definir as que possuem maior potencial de desenvolvimento.

No último mês de março, Santos também obteve a primeira colocação no ranking de cidades brasileiras com maior cobertura de abastecimento de água, coleta e tratamento de esgoto, do Instituto Trata Brasil. O estudo avaliou os 81 maiores municípios com mais de 300 mil habitantes. O levantamento tem base no SNIS (Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento), do Ministério das Cidades.  Santos possui 100% de abastecimento de água, índice de atendimento de coleta de esgoto de 99% e perda de água de 14% (a terceira melhor média do país).

Conteudo do Portal de Governo

Para ver todas as novidades sobre "semana de tecnologia" visite o Portal Governo

Feedback

Ajude-nos a tornar o Santos Portal melhor. Deixe um comentário, dúvida ou sugestão.