Conteúdo

Salas públicas de cinema em Santos já atraíram mais de 17 mil pessoas este ano

7 de setembro de 2019
10h 05
Crianças lotam sala de cinema. Todas estão sentadas nas poltronas e com as mãos para o alto, como se estivessem comemorando. #Pracegover

Quem frequenta salas de cinema conhece bem a sensação de assistir a um filme na telona, já que a paixão pela sétima arte faz parecer que os espectadores são parte da história. E muitos desenvolveram o gosto por esse tipo de lazer nas salas públicas de Santos, por onde já passaram mais de 17 mil pessoas apenas este ano.

A Cidade conta com salas nas Vilas Criativas do Morro da Penha, Vila Progresso e Vila Nova (esta última, com programação definida pelo Instituto Querô), além do Cine ZN – Sala Toninho Dantas (Centro Cultural da Zona Noroeste – Av. Afonso Schmidt s/nº, Areia Branca) e a Sala de Projeção Chico Botelho (no Museu da Imagem e do Som de Santos – Miss, no piso térreo da Av. Pinheiro Machado, 48, na Vila Mathias). Todos com entrada franca, com exceção do Cine Arte Posto 4 – Sala Rubens Ewald Filho, com entradas a R$ 1,50 (meia) e R$ 3,00 (inteira).

‘’A experiência de ir ao cinema é muito especial. É uma imersão. Assistir a um filme numa tela grande, com som digital, faz toda a diferença’’, afirma a secretária adjunta de Cultura, Raquel Pellegrini. Isso, segundo ela, sem falar na democratização da cultura. ‘’Você vivencia tudo que uma obra cinematográfica oferece e tem a possibilidade de contato com uma arte transformadora’’.

E, mesmo com o avanço da tecnologia e o surgimento das plataformas de streaming, Raquel acredita na força da sétima arte. “Não queremos formar cinéfilos, mas não vamos deixar de lado a tradição de assistir a um filme dentro de uma sala de cinema’’.

 

FILMES PARA A FAMÍLIA

 

Nas salas das Vilas Criativas, onde a média é de 60 lugares, a programação é especialmente escolhida para a família. Filmes de ação, dramas ou de heróis fazem parte dos gêneros selecionados.

Segundo dados da Secretaria de Cultura, na sala do Morro da Penha, inaugurada em fevereiro deste ano, 2.433 espectadores assistiram a filmes variados no primeiro semestre. O local tem capacidade para 60 pessoas e as sessões são aos sábados, às 15h e 17h.

Na sala da Vila Criativa da Vila Progresso, entregue em agosto de 2018 como o primeiro cinema para os moradores dos morros de Santos, foram 915 espectadores até dezembro. E de janeiro a julho deste ano, 2.493. O espaço dispõe de 57 lugares e recebeu o nome do ator, cinéfilo, militante intelectual e fundador do primeiro cineclube do Brasil, Maurice Légeard. Realiza sessões às sextas-feiras, às 18h30 e 20h45.

Wesley Rodrigues, coordenador da Vila Criativa, conta que a sala recebe muitos jovens de outros morros da Cidade como o Santa Maria, Nova Cintra, São Bento, Saboó, Pacheco, Cruzeiro e Jabaquara.

“Muitas das crianças conheceram o cinema pela primeira vez aqui e ficaram maravilhadas. E os jovens usam o espaço como ponto de encontro. É um escape para que possam se reunir’’.

Morro da Penha

A realidade é a mesma na sala de cinema da Vila Criativa do Morro da Penha. ‘’Há pouco tempo, veio uma família de São Vicente, pai com três filhos, depois de saberem da programação pela TV. E vem muita gente que só tinha ido ao cinema uma vez’’, explica a coordenadora Carolina Garcia Machado. Dependendo do filme, ela tem que providenciar cadeiras extras. ‘’As sessões são sempre lotadas e, no caso do ‘Megatubarão’, tive que colocar mais lugares’’, comemora.

Quem não perde quase nenhuma sessão de cinema é a família de Magna Alves do Bonfim, 46 anos. Ela, o marido e o filho Matheus, 12, já se preparam durante a semana. ‘’Quando chega quinta-feira ele já quer saber qual é o filme. Compramos pipoca e assistimos. Fazemos isso desde que inaugurou’’.

 

MISS

 

Na sala de cinema do Miss, a programação atraiu 3.840 espectadores nos sete primeiros meses deste ano. E as exibições do Posto 4 chamaram a atenção de 8.272 pessoas no mesmo período. 
A sala de cinema da Vila Criativa da Vila Nova serve às aulas do Instituto Querô e o espaço também é utilizado para exibições de algumas sessões promovidas pela instituição.

 

CINE ZN

 

A primeira sala de cinema da Zona Noroeste foi inaugurada em 2013 e recebeu o nome do dramaturgo e produtor teatral Toninho Dantas. Tem capacidade para 65 espectadores e recebeu 690 pessoas no primeiro semestre deste ano.

 

Cine Arte Posto 4

 

Inaugurado em 1991, o Cine Arte Posto 4 (orla do Gonzaga, ao lado do canal 3) tem capacidade para 41 pessoas. Exibe filmes de arte que normalmente não são exibidos em salas comerciais. As sessões ocorrem todos os dias, às 16h, 18h30 e 21 horas. Nestes mesmos horários, há ainda exibições gratuitas do Hoje é Dia de Curta, sempre no último domingo do mês, com produções premiadas e produzidas na Baixada Santista.

 

ALÉM DO CINEMA

 

Nas salas públicas, a programação dos finais de semana é especialmente preparada para o público. Já nos demais dias, os espaços podem ser utilizados por meio de agendamento pelo programa Escola Total, secretarias municipais, ONGs e festivais.

No espaço da Vila Progresso, por exemplo, uma aula teórica do primeiro curso do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) destinado à comunidade que vive em áreas de difícil acesso ensinou aos munícipes o que fazer em casos de parada cardiorrespiratória e bebês engasgados enquanto a ambulância não chega.

No local também são realizadas edições da Caravana das Oportunidades, palestras e atividades do Escola Total, em parceria com a Coordenadoria de Cinemas.

Na sala do Miss, com capacidade para 53 lugares, são desenvolvidos projetos como Oscar no Miss, que exibe clássicos ganhadores do maior prêmio do cinema mundial, outro de filmes musicais e o Cine Letras, que apresenta produções inspiradas em obras literárias e realizado em parceria com o Leia Santos. Há ainda atividades do Centro de Apoio Psicossocial (Caps), palestras e eventos culturais.

 

Galeria de Imagens

Sala de cinema vazia, com poltronas escuras e telão ao fundo. #Pracegover
Sala de cinema lotada de jovens. Eles estão sentados olhando para telão à frente. #Pracegover
Jovens assistem a filme na Vila Progresso - Foto: Isabela Carrari/arquivo
Fachada do Cine Arte Posto 4, com pessoas na porta. #Pracegover

Feedback

Ajude-nos a tornar o Santos Portal melhor. Deixe um comentário, dúvida ou sugestão.