Conteúdo

Patriarca da Independência é homenageado em Santos

13 de junho de 2019
15h 46

Santos celebra nesta quinta-feira (13) os 256 anos de nascimento de José Bonifácio de Andrada e Silva, o Patriarca da Independência do Brasil. Pela manhã, a data foi comemorada com solenidade em frente ao Pantheon dos Andradas, no Centro Histórico.

Durante o evento, o prefeito em exercício, Sandoval Soares, falou sobre a importância do homenageado. “Ele foi um dos grandes nomes de Santos, enaltecido por todo o Brasil e reconhecido em outros países. Participou da luta pela abolição da escravidão e pela igualdade racial de brancos, negros e índios”.

A cerimônia contou com representantes da Prefeitura, da Câmara Municipal, da Assembleia Legislativa, da Polícia Militar, do Exército Brasileiro, da Marinha do Brasil e da Força Aérea Brasileira. Participaram também alunos das escolas municipais dos Andradas e José Bonifácio, além de adolescentes do Centro de Aprendizagem e Mobilização Profissional e Social (Camps). Na sequência, houve deposição de flores junto ao túmulo de José Bonifácio.

Também nesta manhã, foi aberta exposição na sede do Arquivo Permanente (Rua Amador Bueno, 61) da Fundação Arquivo e Memória de Santos (Fams), apresentando a trajetória e curiosidades da vida do Patriarca. São 14 painéis que formam uma linha do tempo e retratam alguns pontos históricos da Cidade, como a Igreja do Rosário dos Homens Brancos e o Conjunto do Carmo, uma das mais antigas edificações de Santos. Ficará aberta ao público até a última sexta-feira do mês (28), das 9h às 17h. Confira toda a programação de estudos, palestras e passeios turísticos aqui.

O diretor técnico da Fundação Arquivo e Memória de Santos (Fams), Sergio Willians explica o papel de José Bonifácio no processo da independência nacional. “Ele sabia que já havia conflitos em várias províncias e que era uma questão de tempo para o País se fragmentar, como ocorreu com a América espanhola. Percebendo que a independência aconteceria de qualquer forma, convenceu Dom Pedro I a fazer a cisão com Portugal, inclusive pela famosa carta que chegou às mãos dele à margem do Rio Ipiranga”.

Fotos: Susan Hortas

 

Galeria de Imagens

Feedback

Ajude-nos a tornar o Santos Portal melhor. Deixe um comentário, dúvida ou sugestão.