Conteúdo

Festival Santos Café reúne 37 mil pessoas e tem 98% de aprovação

12 de julho de 2015
17h 34

Com 98% de aprovação dos visitantes e um público de aproximadamente 37 mil pessoas, terminou neste domingo (12) o Festival Santos Café, que durante quatro dias levou ao Centro Histórico mais de 40 atrações, muitas delas reprisadas para atender à solicitação do público, a exemplo do espetáculo de marionetes e do walking tour.

O movimento estimado pela Setur (Secretaria de Turismo) é três vezes e meia maior do que a previsão inicial, o que reafirma o sucesso da iniciativa, de acordo com o secretário Luiz Guimarães. Devido ao grande sucesso de público, o prefeito Paulo Alexandre Barbosa confirmou a realização do festival em 2016.

Os números comprovam: 2.700 pessoas passaram pelo Museu Pelé; a Linha Turística do Bonde, o Bonde Café e o Bonde Brincar transportaram 4.423 passageiros durante o festival; o Museu do Café recebeu 3.200 pessoas e 27 mil cafezinhos foram servidos na degustação das marcas Santa Mônica, Espresso, Matisse, Grão Gourmet e Floresta, na Frontaria Azulejada, e mais 2 mil durante o Café na Rua, promovido apenas neste domingo, no Boulevard da Rua XV de Novembro. Além disso, cerca de oito mil pessoas assistiram aos shows que encerraram a programação do dia, de quinta a sábado.

Enquete realizada pela Seção de Pesquisa Turística da Setur, com 281 pessoas, indica que 47,2% do público era de fora da cidade e 73% possuiam nível superior. Os entrevistados também apontaram, como positiva, a iniciativa de promover atividades no Centro Histórico, a programação diversificada e a segurança da Guarda Municipal. O ponto negativo, conforme o levantamento, foi a pouca opção de bares e restaurantes abertos.

Atrações

As mais de 40 atrações do festival tiveram grande presença de público. No espaço kids, as crianças se divertiram com brinquedos, desenhos para colorir, maquiagem infantil e os passeios do Bonde Brincar. Os walking tours conduziram os visitantes para um delicioso passeio pelas ruas e construções que sofreram impacto direto do desenvolvimento do ciclo do café na cidade.

Apresentações de teatro e dança encantaram quem deu uma 'paradinha' para admirar as performances. As oficinas gastronômicas e de baristas também tiveram grande procura e ficaram lotadas. E como não poderia ser diferente, as degustações de café reuniram multidões, que provaram os melhores grãos e sabores de um dos maiores símbolos nacionais.

Foto: Isabela Carrari