Conteúdo

Festival em Santos terá degustação de 10 marcas de cafés especiais

1 de julho de 2019
17h 10

Vai ter café de tudo que é jeito: preparado na cafeteira italiana, na prensa francesa, passado no coador, coado individualmente e direto na xícara, e até pelo método coreano. O Festival Santos Café, que começa nesta sexta (5), além da programação cultural e de entretenimento, reunirá nada menos que 10 marcas de cafés especiais das principais regiões produtoras, em blends com o melhor em termos de sabor e qualidade.

De sábado (6) até o dia 9, no Espaço Arcos do Valongo (R. Comendador Neto, 3, Centro Histórico), das 11h às 17h, o público poderá saborear gratuitamente a bebida, inclusive em sua forma gelada. Paralelamente à degustação, que tem a curadoria da Revista Espresso, o público conhecerá  diferentes acessórios e até linhas super premium.

 

RETRATOS E MÚSICA

 

O público também poderá ter, como lembrança do festival, um retrato que utiliza café como tinta, trabalho do artista pástico Kléber Nunes. A produção é gratuita, mediante senha, no limite de 25 por dia. Ainda no Arcos do Valongo, haverá programação musical sempre às 12h, 14h e 16h.

No sábado, o palco recebe o grupo Garagem Erudita (rock instrumental, Tite Franco e Banda (pop rock), e o Balé da Cidade, apresentando Malandragem, espetáculo que une o estilo clássico com o samba, ao som de canções de grandes nomes como Noel Rosa e Adoniram Barbosa. No dia 7, o público será embalado pelos ritmos da Banda Trilogia (MPB, pop rock e pop), seguindo-se da Escola Livre de Dança e da escola de samba União Imperial.

Já no dia seguinte (8), a tarde fica por conta da Banda Querô, Quarteto de Cordas e Roda de Samba do Ouro Verde. E, no último dia do Festival Santos Café, o público contará com o violão de Iury Cardoso, Roda de Samba do Tchu, tchu, tchu e o grupo De Choro & Blues.

 

CAFÉS ESPECIAIS 

Uma edição especial assinada pelo maestro João Carlos Martins é o diferencial da Bravo Café, que oferecerá para degustação, no Festival Santos Café, produto com grãos produzidos por pequenos e médios produtores nas regiões da Alta Mogiana e Sul de Minas. Há 20 anos no mercado, a marca apresentará a linha de cafés na french press, cafeteira italiana, no coador de aço inoxidável pour over e novas embalagens.

Com grãos 100% arábica produzidos com biotecnologia em Machado (MG), na Fazenda Santa Monica, o café gourmet que há 34 anos leva essa marca oferecerá a bebida filtrada, na Hario V60, na prensa francesa e o drip coffe, coado individualmente e direto na xícara. O produto é disponibilizado em embalagens com válvulas desgaseificadoras que preservam as propriedades do café fresco por mais tempo.

Para o festival, o e-commerce Café Store, há nove anos no mercado, apresentará diversos métodos de preparo, acessórios e cafés especiais para que uma experiência completa na hora de preparar o grão. A Da Hora Bike, empresa com quatro anos de existência e que fica na Universidade Católica de Santos, mostrará todo o processo de produção – da muda de café até a xícara -, além do cold brew, café gelado da marca, e iced latte, iced vanilla, avelã, espresso tônica e doces feitos com o produto.

O Grupo Utam, com matriz em Ribeirão Preto e 50 anos de mercado,  servirá cápsulas monodoses Utam Uno, café Utam Speciale para máquina Bunn e a nova linha super premium Café Fazenda Santa Alcina. Já a Orfeu Cafés Especiais, marca lançada em 2005, possui cinco fazendas próprias, responsáveis por todo o processo – do plantio à embalagem. Para o festival, a marca servirá café torrado e moído, cápsulas e o drip coffee. A Swiss Coffee, de São Paulo, com nove anos de experiência, oferecerá a marca D’Sa Café, servido no espresso e coado.

Torrefação mais antiga de Santos, com 107 anos, o Rei do Café apresentará ao público cafés tradicional, gourmet e Bourbon amarelo, que poderão ser degustados na Hario V60, clever, aeropress, december (método coreano), cápsulas, espresso e filtrado – o grão será torrado em um torrador elétrico, que não produz fumaça, no próprio Arcos do Valongo. 

Também de Santos, a Revo Coffee, que funciona em uma garagem, é a primeira cafeteria de cafés especiais na Cidade. Ela torra o próprio café e comprará nove lotes diferentes para que o público possa degustar na aeropress e no coador. Outra representante local é a Tia Ada, que, com apenas dois anos de existência, já conta com certificação de cafés especiais e oferecerá grãos do Sul de Minas Especial e Superior, além do Mogiana Especial, a serem saboreados no filtrado, coador de pano e na Pressca.

 

 

 

Feedback

Ajude-nos a tornar o Santos Portal melhor. Deixe um comentário, dúvida ou sugestão.