Conteúdo

Centro Histórico lota na abertura do Festival Santos Café

9 de julho de 2015
14h 43

Um brinde à bebida que levou o nome da cidade a todos os cantos do mundo abriu oficialmente o Festival Santos Café, na manhã desta quinta-feira, dia 9, no Centro Histórico. O evento atraiu grande público desde o início da manhã, quando foi realizado o primeiro walking tour Rota do Café, com 30 participantes, e a programação se estende até a tarde de domingo, 12.

Nesta sexta, 10, tem Teatro de Rua, Choro de Bolso, Quizumba Latina, grupo Abbey Road (cover do The Beatles), Ballet da Cidade, Contação de histórias e oficina infantil de latte art, saxofonista Maurício Fernandes, Dança de Rua e Orquestra Tirolli. A programação completa está no www.turismosantos.com.br e www.santos.sp.gov.br/festivalsantoscafe.

Realizada no Museu do Café, a celebração de abertura reuniu o prefeito Paulo Alexandre Barbosa, o secretário de Turismo Luiz Guimarães e apoiadores do evento, além de personagens da história local, como o carregador Jacinto, que transportava 300 quilos de sacos de grãos nas costas, e o ‘barãozinho do café’, boneco inflável, símbolo do festival. Também presentes Marília Conte e Rogério Marques, respectivamente diretores executivo e administrativo do museu.

Ainda durante a abertura, foram apresentados ‘tuc-tucs’, motocicletas com adaptação para dois passageiros, que transportará o público, gratuitamente, durante o festival, no trajeto entre os museus Pelé e do Café. O som de saxofones completou o cenário montado por estátuas vivas no Boulevard da Rua XV, atraindo a atenção sobretudo das crianças. Com uma boneca no colo, fazendo as vezes do Menino Jesus, a figura de Santo Antônio disputou selfies e fotos com o Ébrio, homem na mesa de bar, em um cenário dourado.

GASTRONOMIA - Sucesso também a oficina de gastronomia do chef André Ahn, que lotou o auditório do Museu do Café, ensinou três pratos e explicou segredos de como preparar nhoque de cenoura com um toque de café. Para ele, o principal objetivo da gastronomia é o sabor: “Pode até estar bonito, mas se o prato não for saboroso...”. O chef lembra que gastronomia precisa ser algo divertido, sem que se tenha receio de experimentos.

Fã das panelas e com uma nora nutricionista, Rosane Silva, residente em Caçapava (SP), resolveu conhecer o Centro Histórico, atraída pelo Festival Santos Café. “Eu fico sempre mais perto da praia e estou gostando muito de conhecer este lado da cidade”, comentou, adiantando que pretende participar de outras atividades do festival. “Estou adorando fazer algo diferente.”

 

Fotos: Ronaldo Andrade