Conteúdo
Serviço

Limpeza das Praias

Enquanto a maior parte da população dorme, agentes da Prefeitura colocam em prática um trabalho essencial para o bem-estar das pessoas: a limpeza das praias, com recolhimento diário de resíduos. Seja dia útil ou final de semana, o serviço começa às 4 horas e retira 50 a 60 toneladas do meio ambiente todos os dias. Da divisa com São Vicente, no José Menino, à Ponta da Praia, próximo ao porto, o trabalho ocorre com rastelo (pente de ferro) puxado por trator, que recolhe o material trazido pela maré.

Os resíduos são depositados ao lado dos canais, recolhidos por caminhões basculantes e encaminhados à área de transbordo na Alemoa, onde são acondicionados em caminhões maiores e levados ao aterro do Sítio das Neves, na Área Continental. Enquanto isso, às 6 horas, 40 garis entram em cena na faixa de areia e nos jardins.

Com sacos de lixo, espetos e pás, recolhem os resíduos e os deixam prontos para que caminhões recolham. Na temporada até o Carnaval, o trabalho dobra, com equipes reiniciando o serviço às 15 horas.

Tecnologia e balneabilidade

A Prefeitura modernizou as instalações do Laboratório de Controle Ambiental, que faz a análise da balneabilidade das praias em parceria com a Cetesb. O serviço agora informa 24 horas por dia as condições das sete praias santistas. Parceria entre Prefeitura e Sabesp, o programa Canal Limpo trouxe melhorias na balneabilidade das praias, com a limpeza e conservação dos canais e detecção de ligações clandestinas de esgoto.

Lixeiras

Os munícipes também podem colaborar com a manutenção da limpeza da praia, depositando resíduos nas lixeiras instaladas juntos às torres de iluminação em toda a extensão da areia. São 92 unidades para material orgânico e 46 para lixo reciclável, além de cerca de 600 lixeiras de concreto nos jardins.