Conteúdo
Projeto

Programa Saberes

Fone: (13) 3201-5000 ramal 5603 / Email: saberes@santos.sp.gov.br

Sobre

A Mentoria é uma estratégia de Gestão do Conhecimento cuja metodologia pretende desenvolver e aprimorar as competências dos servidores por meio da parceria entre mentores e mentorados. Os primeiros se caracterizam por servidores que possuem expertise e conhecimentos mais avançados sobre determinada técnica ou temática. Os mentorados, por sua vez, constituem-se daqueles que estão em processo primário de aprendizagem sobre aqueles conhecimentos. Assim, a motivação para engajar servidores ao Programa apoia-se no propósito de minimizar a perda de conhecimentos valiosos, que porventura podem acontecer por processos de aposentadoria ou evasão desses servidores, por exemplo.

O trabalho de mentoria pretende extrair ao máximo o conhecimento tácito dos mais experientes e transformá-lo em conhecimento explícito, de forma a diminuir eventuais impactos na continuidade dos trabalhos da Prefeitura Municipal de Santos - PMS. Mostra-se importante destacar, também, que o Programa de Mentoria da PMS contará com participação voluntária de servidores, as quais compartilham espontaneamente suas experiências. Com isso, o foco é estimular a liderança para incentivar os servidores a compartilhar seus conhecimentos e auxiliar no processo de ensinamento/aprendizagem entre as equipes.

Objetivos

I – desenvolver procedimentos e estratégias para aprimoramento das atribuições dos servidores;

II – cultivar a cultura do compartilhamento do conhecimento entre os servidores;

III – viabilizar a formação dos servidores em parceria com aqueles que detêm expertise em conhecimentos críticos;

IV – propiciar maior rapidez na aprendizagem organizacional;

V – contribuir para o desenvolvimento das lideranças e de sucessores;

VI – formação de um Banco de Boas Práticas.

Mentor

I – oferecer conhecimento, perspectivas e troca de experiência ou sabedoria;

II – desenvolver confiança e comportamentos positivos;

III – ajudar nas tomadas de decisões a respeito de metas e trajetórias para a carreira do mentorando;

IV – buscar desenvolver a autoestima do mentorando;

V – oferecer sugestões, caminhos, alternativas e pensamentos criativos, estimulando-o e apoiando-o em novas situações e tarefas.

VI – desafiar e provocar o mentorando para que ele alcance padrão de excelência e possa resolver problemas, distanciando-se de um perfil meramente profissional.

VII – Aceitar as possibilidades e limites dos mentorandos;

Mentorando

I – identificar áreas de melhoria;

II – assumir a iniciativa (atitude proativa);

III – estar aberto e fornecer informações relevantes (diálogos significativos);

V – elaborar plano de ação e proposta de boa prática;

VI – aceitar os desafios propostos pelo mentor;

VII – informar ao mentor sobre processos conseguidos;

VIII – estar aberto a aprendizagem;

IX – aceitar a crítica construtiva;

X – perceber os desafios como oportunidades de melhoria e transformação.

Benefícios

A iniciativa traz benefícios de fortalecimento da cultura, dos valores e da rede de relacionamentos da PMS, a melhoria no convívio entre as gerações de servidores e favorece o compartilhamento de conhecimentos e habilidades.

O programa também promove a retenção do conhecimento, não só em assuntos técnicos ou formais, mas também no acúmulo de experiência. Mas o maior ganho da PMS é em relação ao seu real e mais valoroso patrimônio: a manutenção e o melhor aproveitamento de talentos. Tudo esse processo projetado com o intuito da eficiência na prestação do serviço ao cidadão-usuário.

Gestão da Relação

A relação tem a duração de seis meses, mais do que pela forma, que será variável, é importante pelo efeito que terá nos participantes.

O contato pessoal por no mínimo uma hora semanal, e-mail e/ou outras tecnologias de comunicação facilitarão a relação entre mentor e mentorando.

Acredita-se que mentor e mentorando serão as pessoas mais indicadas para escolher a forma de relação que será mais proveitosa.

Importa, ainda assim, explicar os passos a dar nesta relação:

- Primeiro contato entre mentor e mentorando terá o apoio do gestor do Programa;

- O gestor do Programa estará à disposição para mediar a relação, dar suporte e apoio pedagógico;

Nossos Mentores

Gilvânia Karla Nunes Beltrão Alvares 

Servidora Pública Municipal há 25 anos, graduada em Gestão de Empresas pela Unimonte, pós-graduação em Gestão Pública pela UNIFESP e capacitação em Finanças Pública e Controle Interno pelo IBAM-RJ. Já atuou como Coordenadora do Fundo Municipal de Saúde, Controladora Geral do Município e Chefe de Departamento Administrativo e Financeiro. Atualmente, atua na área administrativa e financeira do Fundo Municipal de Desenvolvimento Urbano da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano. Interesses em assuntos relacionados a Finanças Públicas e Controle Interno.

Adriano Luiz Leocadio 

Servidor Público Municipal há 11 anos. Formação em Ciências Econômica (UNISANTOS) com Especialização em Gestão Pública Municipal (UNIFESP) Economista do quadro permanente da Prefeitura Municipal de Santos, já desempenhou as seguintes funções: Presidente da Caixa de Assistência ao Servidor Público Municipal de Santos - CAPEP-SAÚDE (atualmente); Assessoria Econômica - Secretaria de Finanças; Chefe do Departamento de Controle Financeiro - Secretaria de Finanças; Diretor Administrativo e Financeiro - Fundação Parque Tecnológico de Santos; Chefe do Departamento de Administração e Finanças - IPREVSANTOS. Voluntário em ações na luta contra a dependência Química. Membro do Corpo Diretivo da Caritas Diocesana de Santos e do Centro de Formação para o Apostolado de Santos (CEFAS).

Antonio Carlos Bley Pizarro

Servidor Público Municipal, ocupante de cargo de Advogado (1995-2019); Chefe do Departamento Administrativo/de Registro de Atos Jurídicos da Secretaria de Assuntos Jurídicos (1997-2002); Assessor do Gabinete do Prefeito Municipal (2002-2006); Advogado da Secretaria Municipal de Assuntos Jurídicos (2006-2009). Atua na área de Direitos Humanos, a partir de 1997, Foi Vice-Presidente do Conselho dos Direitos das Pessoas com Deficiência, em três oportunidades, entre os anos de 1999 e 2004, e Presidente da Comissão Coordenadora do Conselho de Participação e Desenvolvimento da Comunidade Negra (2015-2016). Educação Continuada em Administração do Terceiro Setor e Direito do Terceiro Setor pela Fundação Getúlio Vargas – SP (2000 e 2002) e Curso em Ciência e Técnicas de Governo da Escola de Governo e Administração da Fundação do Desenvolvimento Administrativo (2004). Atuou como professor universitário pela UNISANTOS (1995-2004) na cadeira de Direito Ambiental do Cursos de Bacharelados Geografia e Biologia. Atualmente, atua como advogado no Escritório de Inovação Econômica da Secretaria Municipal de Governo.

Rosane Siqueira Otero Rodrigues

Servidora Pública Municipal; Ensino Médio Completo; Ministra palestras e cursos na área de Compras e Licitações e foi chefe do Departamento de Licitações e Suprimentos, da Secretaria Municipal de Gestão. Atualmente presta serviços de Assessoria e Consultoria para o Departamento de Licitações e Suprimentos e para outras Secretarias e órgãos da administração indireta.

Claudia Maria Sodero Salles

Graduada em Tecnologia em Processamento de Dados pela Faculdade de Tecnologia da Baixada Santista; Mestre em Gestão de Negócios pela Universidade Católica de Santos e Especialista em TI Aplicada a Negócios pela FASP e em Gestão Pública pela UNIFESP. Há sete anos atua como Diretora de Ciência, Tecnologia e Inovação da Secretaria Municipal de Governo da Prefeitura de Santos, em apoio ao Parque Tecnológico de Santos. Exerceu por dois anos o cargo de Diretora do Escritório de Projetos Estratégicos e Assuntos Metropolitanos da Secretaria Municipal de Governo da Prefeitura Municipal de Santos. Atuou na iniciativa privada por 15 anos em projetos de Inteligência de Negócios e Auditoria de Sistemas de Informação. Atual também como professora na Universidade Católica de Santos e da FATEC-BS Rubens Lara.

Leandro Lapetina Freire

Servidor Público Municipal, graduado em Serviço Social, pós-graduação em Atendimento Familiar pela UNISANTOS e especializado em Terapia Comunitária pela Universidade Federal do Ceará - UFC. Já atuou como Chefe de Departamento de Proteção Social Especial, pela Secretaria de Desenvolvimento Social - SEDS, foi Coordenador de Proteção Social Básica e Coordenador de Gestão do SUAS. Atualmente, atua como Assistente Social, no apoio técnico ao Conselho Municipal de Assistência Social - CMAS. Interesses em assuntos relacionados a Política de Assistência Social, Sistema Único de Assistência Social e Participação Social e Democrática.

Rosa Gil Marsal

Servidora pública, licenciatura e graduação em Psicologia pela UMC; título de especialista em Psicologia Jurídica, Psicologia Social e Terapeuta Comunitária. Atua na Prefeitura desde 2007 com foco na discussão, estudo, planejamento, implantação do Sistema Único de Assistência Social - SUAS, exercendo os cargos de Assessor Técnico, Chefe de Departamento e Secretaria. Na Secretaria de Saúde com o programa Consultório de Rua e Centro de Triagem Integrado. Na Secretaria de Gestão na coordenação da Medicina do Trabalho e atualmente em projetos da saúde do trabalhador. Atuou na Secretaria de Estado da Educação, Fundação Estadual do Bem Estar do Menor e Prefeitura Municipal de São Vicente em programas, projetos e serviços voltados a infância e juventude.

Wellington Romualdo Gomes de Lima

Servidor público municipal como Agente Cultural desde 1996. Graduado em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo (Unisantos – Universidade Católica de Santos / concluído em 2001). Já atuou na SECULT como Chefe da Seção da Concha Acústica e palcos Externos, Chefe da Seção de Expediente Administrativo do Departamento de Equipamentos Culturais, Auxiliar Técnico da Coordenadoria do Museu da Imagem e do Som de Santos; Assessor Técnico do Gabinete do Prefeito; Coordenador de Teatros do Departamento de Cine, Teatro e Espaços Culturais, Chefe do Departamento de Eventos e Produção Cultural. Trabalha atualmente na Assessoria de Gabinete da Secretaria de Cultura.

Ironides Agostinho da Silva Júnior

Servidor Público Municipal, graduado em Administração de Empresas e pós-graduado em Gestão Pública pela UNIFESP. Atuou como Chefe de Turma da Seção de Ingresso e Movimentação de Pessoal; Chefe da Seção de Ingresso e Movimentação de Pessoal; Coordenador de Formação e Capacitação de Pessoal; Chefe do Departamento de Engenharia de Segurança e Medicina do Trabalho e Secretário Adjunto da Secretaria Municipal de Gestão. Atualmente faz parte da Assessoria Técnica da Secretaria Municipal de Gestão, gerenciando a área orçamentária e financeira da Secretaria; presidindo as comissões de concursos públicos e de promoção; atuando como conselheiro do Conselho de Administração do IPREV SANTOS, bem como assessorando na resolução das demandas apresentadas pelas unidades subordinadas de SEGES. Interesse em assuntos que aludem à gestão geral, abrangendo o gerenciamento de pessoas, desenvolvimento e capacitação, comportamento organizacional e cultural, etc..

Flávio Balula Junior

Oficial de administração, graduado em Comunicação Social – Habilitação em Jornalismo, especializado em Gestão da Qualidade e de Processos pela Fundação Vanzolini/USP. É gestor do programa “Participação Direta nos Resultados – PDR” na Ouvidoria, Transparência e Controle e tem atuado como membro na Comissão Organizadora de Concursos Públicos. Realizou, durante 15 anos, diversas atribuições na área de gestão de pessoas da Prefeitura, destacando sua atuação como Coordenador de Formação e Desenvolvimento de Pessoal, Presidente da Comissão de Avaliação do Estágio Probatório e como membro do Programa Eficiência Coletiva. Gestão e melhoria de processos, inovação no setor público e gestão de pessoas são temas de seu interesse.

Feedback

Ajude-nos a tornar o Santos Portal melhor. Deixe um comentário, dúvida ou sugestão.