Conteúdo

Zeladoria é o principal pedido da população no Orçamento Participativo

13 de agosto de 2018
12h 42

Zeladoria é a principal sugestão dos munícipes no Orçamento Participativo Amplo (OPA). Os resultados foram divulgados no relatório da Ouvidoria, Transparência e Controle (OTC), com as solicitações mais indicadas pelos munícipes ouvidos entre 16 de fevereiro a 31 de julho.

Munícipes apontaram as propostas voltadas para diversas áreas do serviço público em 42 consultas públicas (nas policlínicas e percorrendo bairros) e cinco audiências comunitárias em toda a Cidade. Também foram formalizadas por meio do telefone 162 e no sistema da Ouvidoria Digital.

As solicitações voltadas à zeladoria tiveram 1.570 indicações, entre elas iluminação pública (31,08%), manutenção de vias públicas (25,60%), poda de árvores (21,59%) e limpeza urbana (4,58%).

SAÚDE

Em segundo lugar ficou a saúde pública, com 1.566 propostas. Consultas e exames (28,95%), unidades especializadas de saúde (23,18%), e medicamentos (9,57%) foram os pedidos mais frequentes.

Na sequência, os investimentos voltados ao trânsito tiveram 157 propostas para se tornem prioridades no orçamento público, como sinalização de trânsito (49,68%), fiscalização (19,74%) e transporte coletivo (10,82%). Obras e instalações estruturais receberam 154 sugestões.

APLICAÇÃO

O OPA é coordenado pela Ouvidoria, Transparência e Controle (OTC) e Secretaria de Finanças, com a finalidade de ampliar e consolidar a participação do cidadão na elaboração do Orçamento Municipal.

Neste ano, as ocorrências registradas na Ouvidoria Digital também serviram como indicações para o Orçamento Participativo, entrando no plano de prioridades do orçamento municipal de 2019.

Muitas dessas demandas poderão ser atendidas ainda este ano. Outras serão avaliadas para eventual inclusão no orçamento municipal de 2019.

Segundo o ouvidor Municipal, Rivaldo Santos, “a participação popular no planejamento municipal é importante para orientar os gestores públicos na execução dos gastos e na aplicação correta dos investimentos públicos”.

Foto: Arquivo Secom

Feedback

Ajude-nos a tornar o Santos Portal melhor. Deixe um comentário, dúvida ou sugestão.