Conteúdo

Xande de Pilares esquenta o primeiro dia de desfiles do carnaval santista

4 de fevereiro de 2020
15h 02

O primeiro dia de desfiles das Escolas de Samba do Santos Carnaval 2020 terá um convidado pra lá de especial: Xande de Pilares. O show será realizado a partir das 20h40, no próximo dia 14, na Passarela do Samba Drauzio da Cruz, antes dos desfiles das agremiações dos grupo 1 e de acesso.

 

Os ingressos para o primeiro dia desfiles estão à venda na bilheteria do Teatro Municipal Braz Cubas (Avenida Pinheiro Machado, 48, Vila Mathias). Os convites de arquibancada custam R$ 10,00, mas quem doar um quilo de alimento não perecível – exceto sal e açúcar – pagará R$ 5,00. Os itens serão repassados ao Fundo Social de Solidariedade de Santos (FSS). As entradas para o segundo dia de desfiles, no dia 15, já estão esgotadas.

 

Quem levar menores de 2 anos de idade para o desfile, deverá retirar o ingresso gratuito da criança no ato da compra. O horário de funcionamento da bilheteria é das 9h às 12h e das 14h às 18h. É aceito apenas pagamento em dinheiro e o limite para compra é de quatro convites por pessoa.

 

 

TRAJETÓRIA

Xande de Pilares é considerado um dos maiores nomes do samba da atualidade. Famoso por participar do Grupo Revelação, do qual fez parte de 1992 a 2014, além da carreira solo, atualmente integra o quarteto de intérpretes da Acadêmicos do Salgueiro.

 

Nos anos 1980, Xande começou a frequentar os pagodes que se espalhavam pelo subúrbio do Rio de Janeiro. O Cacique de Ramos foi o primeiro que conheceu e, aos 16 anos, iniciou sua trajetória nestes espaços.

 

Tocava em barzinhos no intervalo dos estudos e do trabalho como metalúrgico. Participou do programa de auditório da extinta Rádio Tropical, importante divulgadora do samba no fim dos anos 1980.

 

Em 1992, deu início à sua carreira no grupo Revelação na voz e cavaquinho, ao lado de Luciano Nascimento (tan tan), Sérgio Rufino (repique de mão), Alexandre Brasilia (pandeiro), Ronaldo Chagas (violão) e Artur Luís (reco-reco). Em 1999, saiu o primeiro disco do grupo. No total, foram nove álbuns, quatro DVDs e mais de dois milhões de discos vendidos, sem contar as coletâneas e participações.

 

As composições e parcerias de Xande também estão na voz de vários intérpretes. “Samba de Arerê” (Xande/Arlindo Cruz /Mauro Jr) foi gravada por Beth Carvalho e Diogo Nogueira. Maria Rita escolheu “Mainha me Ensinou” (Xande/Arlindo Cruz/ Gilson Bernini), “Bola pra Frente” (Xande/ Gilson Bernini) e “Nunca Se Diz Nunca” (Xande/Leandro Fab/Charlles André). Leci Brandão gravou “Perdoa” (Xande/Helinho Salgueiro) e “Meu Oceano” (Helinho do Salgueiro / Xande de Pilares / Mauro Junior).

 

Em 2014, ganhou seu primeiro samba-enredo no Salgueiro, sua escola de coração. “Gaia, a vida em nossas mãos” (Xande de Pilares/Dudu Botelho/Miudinho/Betinho de Pilares/Rodrigo Raposo/Jassa) foi um samba nota dez e conquistou os prêmios Estandarte de Ouro e Tamborim de Ouro. No mesmo ano, o artista lançou seu primeiro álbum solo: “Perseverança”.

 

 

 

 

Feedback

Ajude-nos a tornar o Santos Portal melhor. Deixe um comentário, dúvida ou sugestão.