Conteúdo
Notícias

Torneio movimenta Deck do Pescador em Santos

Publicado: 11 de setembro de 2021
16h 13

Em um dos cartões postais mais bonitos de Santos, o Deck do Pescador, na Nova Ponta da Praia, foi dada a largada, na manhã deste sábado (11), ao torneio de pesca de trio, primeira atividade pública realizada ali desde a reforma concluída em setembro de 2020.

Com 24h de duração, o evento, promovido pela Secretaria de Empreendedorismo, Economia Criativa e Turismo (Seectur), segue até as 8h deste domingo (12), com a participação de 21 equipes da Baixada Santista e de São Paulo. Sob as regras do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama), com uma lista de espécies liberadas total ou parcialmente (de acordo com o tamanho), a pescaria ocorre na modalidade de contagem de tamanho. Todos os peixes fisgados são medidos para soma na pontuação da competição e devolvidos ao mar em seguida, à exceção de exemplares que possam interessar ao Aquário Municipal – estes são depositados em um tanque com oxigenação instalado no local.

“É o primeiro torneio em comemoração à reinauguração do Deck, um local de referência para todos os pescadores de Santos, do Estado de São Paulo e do Brasil. Muita gente vem de fora para pescar aqui, além de ser um ponto turístico na época de navios de cruzeiro. É um lugar lindo e familiar”, disse o coorganizador do torneio, César Moussalli, proprietário de loja de pesca, ressaltando que hoje são mais de 4 mil pescadores na Baixada Santista licenciados para a prática da pesca esportiva.

SOLIDARIEDADE

Para participar, cada um dos 21 trios inscritos teve que doar 15 quilos de alimentos não-perecíveis, a serem encaminhados ao Fundo Social de Solidariedade de Santos (FSS). Até o início da tarde deste sábado, já haviam sido doados 600 quilos. “Nada mais justo que unir o evento à solidariedade. A pesca é maravilhosa, mas a parte social é imprescindível. O evento já é sucesso e esperamos que ele faça parte do calendário da Cidade”, completa Moussalli.

Apesar de o torneio ter caráter recreativo, haverá distribuição de troféus e medalhas para dez melhores trios neste domingo. Os cinco primeiros colocados ganharão troféus e, do 6º ao 10º, medalhas. O evento tem apoio da loja Sol Nascente Fishing Shop, Chumbada Oficial, Maxxicolor e New Bold.

REVEZAMENTO E PAZ DE ESPÍRITO

Durante as 24h, os componentes dos trios se revezam por períodos de quatro horas cada, completando dois ciclos – das 8h às 12h, das 12h às 16h, das 16h às 20h, das 20h à 0h, da 0h às 4h e das 4h às 8h. Swami Rodrigues Pereira, 85 anos, morador do Embaré, por exemplo, começou a pescar às 12h deste sábado e retomará ao local às 4h. Ele é um dos pescadores mais antigos do local e tem a pesca como um hobby. “Com 7 anos eu já frequentava a Ponta da Praia. Pescava aqui com linha de carretel e alfinete de anzol. Já participei de vários eventos e esse é um grande torneio, bom para nós e para a Cidade. Está uma maravilha. É um ponto turístico e um ambiente sadio”.

Já a bancária aposentada Kátia Mayeda, 57, também do Embaré, é novata: pesca há quatro meses. Todos os dias, depois das 14h, lá está ela no Deck pescando até as 18h. “Comecei com duas varinhas, aprendi e agora estou com seis. Perdi três entes queridos para a covid e, para ocupar a cabeça, resolvi pescar. Isso é paz de espírito, tranquilidade, equilíbrio emocional e bem-estar com a vida. Pescar virou minha terapia, é tudo de bom. Quando tiver torneio, sempre estarei”.

Fotos: Francisco Arrais 

Galeria de Imagens

pescador mostra peixe #paratodosverem
pescador coloca peixe em tanque #paratodosverem
peixe é medido em papel #paratodosverem
pescadores no deck #paratodosverem
pescadora mostra peixe #paratodosverem
pescadores no deck #paratodosverem
pescadores no deck #paratodosverem