Conteúdo
Notícias

Solidariedade é a receita para a harmonia social no novo milênio

Publicado: 28 de dezembro de 2000
0h 00

Funcionando como um elo entre as pessoas que precisam de apoio e quem pode oferecê-lo, o Fundo Social de Solidariedade (FSS) da Prefeitura vem trabalhando para a chegada de um novo milênio com menos desigualdades. Sempre com o objetivo de minimizar problemas sociais, promove campanhas, eventos e programas envolvendo os mais diversos setores da comunidade. O Fundo Social recebe e repassa cerca de 14 mil quilos de alimentos por mês, 210 mil peças de roupas e calçados no ano, além de material escolar, brinquedos, remédios, móveis e eletrodomésticos. Todas estas doações são encaminhadas à população carente por intermédio de entidades assistenciais e unidades da Prefeitura que realizam atendimento social (abrigos, centros de convivência, creches, escolas, policlínicas, hospitais, prontos-socorros e albergues). Alguns projetos viabilizam a geração de recursos para organizações não- governamentais, fazendo com que elas tenham condições de manter a assistência prestada a crianças, idosos, deficientes, portadores do vírus HIV, dependentes de drogas em recuperação, população de rua e famílias desestruturadas. É o caso do ´Inverno Quente´, onde 40 entidades exploram a área de alimentação; do ´Santos Nossa Luz´, que promove a venda de cartões de Boas-Festas com lucro totalmente revertido para as instituições participantes, e do ´Bazar da Solidariedade´, que oferece espaço para elas comercializarem produtos doados ou de fabricação própria. As campanhas do ´Agasalho´ e do ´Desarmamento Infantil´ mobilizam a comunidade para fins específicos: arrecadação de roupas, sapatos e cobertores antes do inverno para a população carente; e a troca de armas de brinquedos por bolas, estimulando a paz entre as crianças. O programa ´Ferramentas do Saber´ distribuiu 10 mil ´kits´ de material pedagógico entre estudantes carentes da rede pública de ensino, contribuindo para a queda nos índices de evasão escolar. Além disso, promoveu tardes de lazer e cultura para milhares de crianças e jovens sem recursos, inclusive portadores de deficiência: sessões de teatro e cinema e visitas a parques de diversões, navios de guerra e lanchonetes. A criação da ´Banda Marcial Municipal´, com apoio da iniciativa privada, garantiu a oportunidade de instrução musical a 100 adolescentes, e ainda contribuiu para preservar uma tradição cultural santista. Sempre com a retaguarda de voluntárias do grupo Amigos da Solidariedade, o Fundo Social promove tardes beneficentes para arrecadar alimentos e outros itens em diversos bairros da Cidade, com os produtos revertendo para instituições da própria comunidade. A renda de ´stands´ de café montados em feiras é aplicada na compra de cadeiras de rodas, enxovais de bebê, próteses e óculos. As parcerias com diversos segmentos propiciam apoio a programas de geração de renda para pacientes do programa de Saúde Mental e de adolescentes carentes e de prevenção ao uso de drogas. A melhoria na qualidade de vida do pessoal da Terceira Idade é outra preocupação do Fundo, que organiza os Jogos Regionais e os Jogos Estaduais do Idoso. O FSS também incentivou e se integrou na formação de diversos conselhos municipais, participando diretamente de quatro deles: da Criança e do Adolescente, do Idoso, Antidrogas e de Esportes, além de compor a comissão coordenadora do programa ´Nossa Família´. PROJETOS PARA 2001 Ampliar a abrangência dos projetos e campanhas que desenvolve, por meio de novas parcerias com empresas e instituições da sociedade civil. Esta é a meta básica do FSS para os próximos quatro anos, estimulando a participação do Terceiro Setor na solução de problemas sociais, por meio da doação da força de trabalho, como voluntários; doando em espécie; participando de campanhas; e educando para a solidariedade. Estender a ação do programa ´Ferramentas do Saber´, com a distribuição de uniformes escolares para estudantes carentes é outra meta, assim como a promoção de uma campanha para arrecadação de produtos e equipamentos esportivos (bolas, raquetes, patins, uniformes esportivos, redes, cestas, traves), que serão doados às escolinhas de esportes da Prefeitura. O apoio a projetos que estimulem a geração de renda para desempregados e portadores de necessidades especiais também é prioridade para o Fundo Social, onde todas as atividades se desenvolvem com a participação direta da comunidade.