Seu navegador não possui suporte para JavaScript o que impede a página de funcionar de forma correta.
Conteúdo
Notícias

Soldados se formam em curso de Padaria Artesanal do Fundo Social de Santos

Publicado: 6 de outubro de 2022 - 17h45
PORTAIS

O curso de padaria artesanal do Fundo Social de Solidariedade formou nesta quarta-feira (5), 12 soldados do Comando de Defesa Antiaérea do Guarujá. Os alunos que tinham entre 22 e 25 anos, aprenderam técnicas novas que serão utilizadas na cozinha do batalhão onde trabalham.

“A ideia foi trazer aprimoramento técnico para eles. A partir da primeira aula que tivemos, os soldados já levaram novidades para onde nós fazemos a nossa alimentação. Lá no exército eles têm formação no básico de cozinha e aqui eles ganham novas habilidades culinárias”, disse o Tenente Bertolano, representante da turma.

As aulas foram realizadas pela professora Maria Judite Pereira Carneiro, com auxílio da confeiteira Ana Cláudia Carravieri Moreira. Durante os três encontros, os soldados prepararam pão de batata, pão integral, brownie, empadinha, bolo e torta de maçã, rocambole e bolo sem glúten e sem lactose.

“É gratificante e prazeroso ensiná-los novas técnicas. Os alunos vieram com foco e interesse, isso nos ajudou a passar nosso conhecimento, com uma responsabilidade ainda maior”, disse a professora Maria Judite.

O soldado Luiz Cláudio agradeceu a oportunidade de participar do curso. “É muito gratificante participar. Como trabalhamos na cozinha, tem a parte da padaria, tem as sobremesas, então agrega muito no nosso conhecimento diário”. Já o soldado Antônio Marcos, que se formou em gastronomia, disse estar surpreso com o aprendizado. “Tem bastante coisa que aprendemos, muitas técnicas. Eu percebi que aqui eu estou aprendendo coisas que não vi na faculdade.  Isso vai agregar bastante no nosso trabalho”.

Para a presidente do Fundo Social de Solidariedade, Maria Ignez Pereira Barbosa, foi uma honra ter recebido os soldados no local. ”É um prazer ter esses soldados aqui conosco. Eles são muito disciplinados, com muita vontade de aprender e passam para nós o conhecimento que aprendem no quartel. Só tenho que parabenizá-los por tudo que fizeram”.