Conteúdo
Notícias

Sms intensifica ações de combate a dengue

Publicado: 28 de fevereiro de 2005
0h 00

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) criou um grupo técnico para coordenar as novas tarefas de contenção da dengue, que inclui treinamento de pessoal, novos procedimentos na rede, estreitamento de relacionamento com laboratórios privados, reativação do Disque Dengue (3216-1400), entre outras ações. A intenção é conter possível aumento da doença no município. A preocupação dos técnicos da SMS se deve aos seguintes fatores: registro de 18 casos de dengue em janeiro de 2005, o triplo em relação ao mesmo período do ano passado; ao aumento incomum de registros em crianças e adolescentes até 14 anos, com oito casos em janeiro, mais de um terço do total; intensidade das chuvas em dezembro e janeiro, ampliando o número de prováveis criadouros da doença; presença do vetor em vários bairros da Cidade e de três dos quatro sorotipos do vírus da dengue, circulantes em Santos. Também é sinal de alerta o número de notificações em fevereiro, que ainda aguardam confirmação laboratorial: são 70. Para reciclar o conhecimento dos profissionais que atuam na SMS e padronizar as ações de prevenção, tratamento e vigilância, está sendo desenvolvido amplo treinamento na rede de saúde. Em fevereiro, foram contemplados agentes do Programa de Erradicação do Aedes Aegypti, do Programa de Agentes Comunitários da Saúde e do Saúde da Família. Também serão treinados os funcionários dos pronto-socorros e policlínicas, como enfermeiros e auxiliares de enfermagem. Um protocolo de atendimento foi criado e deve ser aplicado em caso de suspeita da doença. Sempre que o paciente tiver febre alta entre 2 e 7 dias, aliado a outros dois sintomas, como dor de cabeça, prostração ou dor nos olhos, este será encaminhado para realização da Prova do Laço e aferição da pressão arterial, em pé e sentado. A intenção é reduzir o número de subnotificações, ou seja, evitar que casos de dengue sejam rotulados como viroses. A ação dos agentes da dengue também será intensificada nos pontos estratégicos, que representam 124 imóveis, e em pontos especiais, que abrangem cerca de 450 logradouros. Para estimular a eliminação das larvas do Aedes Aegypti, a SMS criará ainda um Dia de Combate aos Criadouros do Mosquito Transmissor da Dengue em todos os imóveis e espaços municipais. Todas as ações tem o objetivo de evitar novo surto de dengue na Cidade. No ano passado foram registrados 405 casos da doença.