Conteúdo
Notícias

Simulado treina professores e alunos para evacuação na escola Florestan Fernandes

Publicado: 3 de abril de 2018
17h 50

Fogo na sala da secretaria no primeiro andar, alarme acionado, fumaça e os alunos de todas as classes, professores e funcionários saindo em filas, guiados e orientados por brigadistas. Felizmente tudo isto não passou de um simulado de evacuação, realizado nesta terça-feira (3), na escola municipal Florestan Fernandes (Embaré).

A iniciativa, promovida pela Cipa Setorial Educação (Comissão Interna de Prevenção de Acidentes), faz parte do Plano de Emergência e Evacuação, em parceria com a Coordenadoria de Engenharia de Segurança do Trabalho. “Esta é uma das ações de prevenção e promoção de segurança desenvolvida pela nossa Cipa, com objetivo de definir ações emergenciais a serem tomadas na constatação de risco aos ocupantes da edificação”, destacou a presidente da Cipa, Rosana da Costa Corrêa Parra.

Além dos cipeiros, a atividade foi acompanhada pelo chefe da Seção de Segurança do Trabalho, Antônio Luís Borges, e técnicos da Defesa Civil. Ao final da ação, foi realizada reunião com os brigadistas da unidade, apontando erros e acertos.

Foram feitos dois simulados, um no período da manhã e outro à tarde. No primeiro, o prédio foi evacuado em seis minutos. Já à tarde, em cinco minutos e 25 segundos os alunos já estavam no pátio. Daqui a seis meses será feito um novo simulado.

Participantes

Com apenas 8 anos, o aluno Jorge Gomes dos Santos Neto, seguiu muito bem as orientações. “A professora falou para a gente descer devagar e em fila”. Maria Clara Oliveira Fernandes Callegari Luiz, 11, entendeu a importância do simulado. “Precisamos saber as rotas de fuga e como agir”.

“Este também é um treinamento para a vida deles. Podem estar em um shopping, em casa ou em algum trabalho futuramente e saberão como devem fazer. Estarão preparados”, disse a diretora da escola, Andrea Duarte Pitombeira de Moraes. A unidade atende 612 alunos, de 1º ao 9º anos.

Foto: divulgação