Conteúdo

Servidores públicos vão se engajar no combate ao mosquito Aedes aegypti

16 de março de 2016
15h 56

Um mutirão nas repartições públicas municipais marca oficialmente, na sexta-feira (18), o lançamento do Programa Municipal de Ações Preventivas de Combate ao Mosquito Aedes em Prédios Públicos. A ação ocorrerá das 9 às 10h, envolvendo os servidores públicos em seus locais de trabalho na guerra ao mosquito transmissor da dengue, zika e chikungunya.

Cerca de 600 funcionários de diversas unidades, fundações, autarquias e empresas públicas foram capacitados por técnicos da Secretaria de Saúde (SMS), na quarta-feira (16), na Unimonte e UniSantos.

Informações sobre as três doenças; dados epidemiológicos; ações do Município para controle do vetor e como eliminar potenciais criadouros foram os assuntos transmitidos.

Mobilização

“É necessária uma intensa mobilização para o devido enfrentamento desse problema e os serviços públicos têm que dar o exemplo”, ressaltou o chefe da Seção de Controle de Vetor (Secove), Marcelo Brenna, da SMS, que explicou como identificar criadouros e as medidas de controle a serem adotadas.

Servidora na Secretaria de Educação, a inspetora de alunos Ângela Bezerra Gaspar, 41 anos, considerou o treinamento fundamental para a multiplicação do conhecimento. “As pessoas têm muitas dúvidas, então é preciso passar a informação correta. Se eu vir algo errado na escola, como água acumulada, vou conscientizar os alunos também”.

Para o marceneiro da Secretaria de Cultura, Benoni Borges Leal, 55, servidor há 28 anos, cada munícipe deve fazer a sua parte, como um ‘fiscal’. “Não é só cuidar da sua casa e do seu local de trabalho. É preciso olhar toda a Cidade. O benefício é para todos”.

A arquiteta Marly Alvarez Cimino, da Prodesan, destacou a importância de nivelar o conhecimento, “para que todos saibam como proceder em seus setores. É um conjunto de ações que, multiplicadas, têm mais eficácia”.

SigSantos

Os representantes também serão responsáveis por alimentar informações no sistema de georreferenciamento da Prefeitura, o SigSantos.

Instituído pelo decreto 7.387/2016, o Programa Municipal de Ações Preventivas de Combate ao Mosquito Aedes em Prédios Públicos visa sensibilizar e mobilizar todo o contingente de servidores, estimulando rotinas de prevenção e eliminação de focos.

Unisanta

'Aedes aegypti: transmissão, sintomas e sua relação com a saúde' foi a palestra ministrada na última terça-feira (15) para alunos de educação física da Unisanta.

O tema foi explanado pela coordenadora de Vigilância em Saúde, Ana Paula Valeiras, e pelo chefe da Secove, Marcelo Brenna. Também participou da ação a equipe de IEC (Informação, Educação e Comunicação).

Foto: Ronaldo Andrade