Conteúdo

Servidores da Educação passam por formação de combate a incêndios

13 de setembro de 2019
17h 37

Você está no trabalho ou em casa e de repente começa um incêndio. O que fazer? A resposta é dada na formação que vem sendo promovida, desde agosto, para servidores e funcionários de escolas municipais e entidades subvencionadas. Os participantes aprendem a combater um princípio de incêndio e a utilizar equipamentos adequadamente.

A iniciativa, que prossegue até dezembro, é da Comissão Interna de Prevenção de Acidentes - Cipa Setorial Educação, em parceria com a Coordenadoria de Engenharia de Segurança do Trabalho da Secretaria de Gestão (Coseg/Seges).

O técnico de segurança do trabalho da Coordenadoria de Engenharia de Segurança do Trabalho, da Secretaria de Gestão (Coseg/Seges), Antonio Luis Borges, ministra as palestras para quatro turmas mensais, com carga horária de três horas. Além de ensinar a utilizar os vários tipos de extintores, hidrantes e alarmes, e falar sobre sinalização e rota de fuga, explicou como agir em uma emergência. “Assim que o fogo começa, deve-se acionar o sistema de alarme, chamar o 193 (Bombeiros), desligar a energia do ambiente e atacar o fogo o mais rapidamente possível”, afirmou Borges, destacando que não adianta ter os equipamentos se não houver pessoal treinado.

Borges ressaltou que é necessário evitar o pânico, citando o exemplo dos incêndios na Boate Kiss (Santa Maria, RS), há seis anos, em que a maioria das mais de 240 pessoas morreu asfixiada por fumaça tóxica.

A professora Dayane Cristina Costa de Oliveira, 26, da unidade Hilda D'Onofrio Papa, assistiu à formação realizada nesta sexta-feira (13), no auditório da Secretaria de Educação (Seduc). Ela contou que mesmo tendo passado por curso há três anos, aprendeu muito com a aula. “Saindo daqui, já vou observar tudo o que foi ensinado, na escola e em outros lugares.”

Apenas em setembro, as aulas vêm sendo ministradas na Seduc. Nos outros meses ocorre no auditório da Emaps (Rua Dom Pedro II, 25, Centro).

Formação de primeiros socorros

A Cipa Setorial Educação, em parceria com o Programa Saúde na Escola – PSE e Secretaria de Saúde - SMS, por meio do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência - Samu, também realiza formação em primeiros socorros, em atendimento à lei que dispõe sobre a obrigatoriedade de funcionário habilitado para atendimento de primeiros socorros nos estabelecimentos de ensino da rede municipal.

A formação será ministrada no Centro Darcy Ribeiro (Rua São Paulo, 40, Vila Belmiro) em 17 e 19 de setembro; 22 e 24 de outubro, 26 e 28 de novembro, com carga horária de quatro horas.

No primeiro semestre, a atividade foi feita de março a julho, formando 320 servidores de 44 unidades municipais e prédios administrativos da Seduc. A Padre Lúcio Floro teve 32 funcionários que foram formados.

Escolas ou entidades interessadas em participar das formações poderão entrar em contato com a CIPA Setorial Educação por meio do e-mail cipa-seduc@santos.sp.gov.br para verificar se há vagas disponíveis.

Fotos: Raimundo Rosa

Galeria de Imagens

pessoas assistem a capacitação #pracegover

Feedback

Ajude-nos a tornar o Santos Portal melhor. Deixe um comentário, dúvida ou sugestão.