Conteúdo
Notícias

Secult encerra o ano com saldo positivo

Publicado: 28 de dezembro de 2000
0h 00

Com um saldo bastante positivo, a Secretaria Municipal de Cultura (Secult) encerra as atividades desse ano 2000. Resultado de um longo processo de descentralização e democratização das atividades e da produção cultural no Município, pontos principais da diretriz de trabalho em que vem se pautando, através de seus vários setores. A Secult criou e diversificou projetos, com o objetivo de desenvolver ações socioeducativas e tornar a cultura mais acessível ao público em geral. Ofereceu também oportunidades para a revelação de novos talentos. Um exemplo disso foi a ampliação do número de cursos e, conseqüentemente, a quantidade de alunos matriculados nos segmentos de dança, teatro, música, artes plásticas e artesanato. Para se ter uma idéia do aumento, em janeiro de 1997 eram sete cursos, que passaram para 18 em 1998, chegando a 31 no segundo semestre de 99. Neste ano de 2000, a Secult atingiu a marca de 7.600 alunos, entre jovens, adultos e crianças, matriculados, gratuitamente, nesses cursos em funcionamento no Centro de Cultura Patrícia Galvão, no Centro de Cultura da Zona Noroeste, inaugurado no último mês de maio, e no núcleo do Morro da Nova Cintra, ativado em janeiro deste ano, através do ´Projeto Pirlimpimpim´. Lançado em setembro de 99, o ´Projeto Pirlimpimpim - A Mágica da Cultura´ oferece aos moradores dos 12 bairros da Zona Noroeste, 16 cursos gratuitos em diferentes modalidades. Hoje são mais de 1.800 alunos matriculados, entre crianças, jovens e adultos, distribuídos no Centro de Cultura da Zona Noroeste e no Núcleo do Morro da Nova Cintra. Alunos participantes do projeto fazem hoje parte de vários grupos criados para apresentações pela Cidade. Novos Públicos Visando ao mesmo tempo estimular e divulgar o trabalho de artistas locais e da região, bem como promover a formação de novos públicos para salas de espetáculos, além de oferecer informações e serviços à população, a Secult também implantou vários projetos e ações. Destaque para o ´Projeto Prefeitura Ação e Serviço´, levando à comunidade local prestação de serviço e atendimento nas áreas de saúde e social, além de muito lazer para crianças e adultos; e os realizados com a Orquestra Sinfônica Municipal como o ´Projeto Do- Ré –Mi´, que só no ano passado atendeu cerca de 5.188 participantes, entre crianças e adultos de 50 escolas e entidades repetindo neste ano o mesmo sucesso. Outros projetos que merecem ser mencionados são: ´Concertos Populares´, ´Via Cultural´, ´Praça Cultural´, ´Recanto das Artes´, ´Baile na Concha´, ´Palcos Externos´, ´O Autor e Sua Obra´, ´Painel Literário´ e ´O Convidado É...´, entre outros. Preservação do Patrimônio Zelar pelos monumentos públicos é também tarefa da Secult, por meio do Departamento de Equipamentos Culturais (DEC), que mantém um programa permanente para esse fim. Santos tem 81 monumentos e 37 marcos representativos de diversas entidades. Desde janeiro de 97 até junho 2000, já foram recuperados 65 monumentos, além de diversas placas de praças públicas e, aproximadamente, 70% dos marcos existentes. Eventos Dentre os grandes eventos realizados, neste ano, pela Secult em várias parcerias e com o apoio de diversos patrocinadores, destacam-se com sucesso de público: ´1º Festival Internacional de Humor´; ´7ª Bienal Nacional de Santos´; ´8º Passo de Arte´; ´36º Festival Música Nova´; ´42º Festival Santista de Teatro Amador´; além das comemorações pelos ´500 Anos do Descobrimento do Brasil´, entre outros.