Conteúdo
Notícias

Seac fecha o ano com balanço positivo de seus serviços

Publicado: 28 de dezembro de 2000
0h 00

Nos últimos quatro anos a Secretaria de Ação Comunitária e Cidadania (Seac) mudou muito. Tornou-se mais profissional, mais abrangente em seus serviços e garantiu à sua equipe de funcionários cursos de capacitação que possibilitaram a melhoria na qualidade de atendimento a crianças, adolescentes, adultos e idosos de baixa renda. Além disso, nesta gestão coube à Seac ampliar o atendimento a segmentos até então pouco priorizados, como os de pessoas portadoras de deficiência e idosos, que ganharam seções específicas. O foco da secretaria também foi repensado e redefinido. A Seac tem hoje projetos muito importantes para os diversos setores. Como exemplos ela cita o ´Nossa Família´, que visa ao fortalecimento familiar e à manutenção de crianças na escola a partir de encaminhamentos aos serviços da rede pública e de um suporte financeiro propiciado com recursos do próprio Município; o ´Vovô Sabe Tudo´, que possibilita a integração entre os mais velhos e os mais jovens a partir da realização de oficinas; as repúblicas, ampliadas para garantir maior número de moradias a idosos de baixa renda e com vínculos familiares rompidos; entre outros. Mais avanços Os avanços de Santos na área social não param por aí. Nos últimos quatro anos o grande desafio foi colocar de lado antigas posturas burocráticas, centralizadoras e assistencialistas, tornando a Cidade aberta a discussões com os mais variados segmentos da comunidade. A Seac Tem se esforçado para implementar e fazer cumprir o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) e a Lei Orgânica da Assistência Social (Loas). Fortalecemos os conselhos municipais de direitos, inclusive reativando alguns que se encontravam inoperantes (como o do Idoso, o da Educação e o Antidrogas). Outro avanço foi a ampliação dos trabalhos em parceria. Na concepção desta Administração é impossível trabalhar na área da assistência social sem estabelecer parcerias, principalmente dentro da própria estrutura administrativa da Prefeitura. Ou seja, é fundamental a parceria entre as secretarias municipais (em especial Ação Comunitária e Cidadania, Saúde, Educação, Esportes e Cultura) para a garantia da eficiência no atendimento à população mais carente, seja criança, adolescente, adulto ou idoso. Também é imprescindível a parceria com as organizações não-governamentais, clubes de servir, Polícia Militar, Governo do Estado e todos os segmentos da sociedade civil. A grande mudança do trabalho desenvolvido pela Seac nos últimos quatro anos foi ter conseguido colocar a área da Assistência Social como prioridade de Governo, ao lado da Educação e da Saúde.