Conteúdo
Notícias

Santos vai ganhar passarela com elevadores no acesso à travessia para o Guarujá

Publicado: 3 de setembro de 2021
17h 20

Uma nova passarela de pedestres será construída a partir da Avenida Senador Feijó, sobre a Rua Antônio Prado, no Centro, para o acesso à travessia de barcas Santos-Guarujá. A estrutura contará com elevadores para até 16 pessoas nas duas extremidades e será metálica, com piso constituído por uma mistura de aço com concreto. Pelo local, circulam diariamente cerca de 20 mil pessoas.

A construção tem início previsto para 8 de setembro e foi viabilizada por uma parceria entre Prefeitura Municipal, a Santos Port Authority (SPA) e Portofer (administradora da malha ferroviária do Porto de Santos e responsável pelas obras) como parte de uma série de modernizações em andamento no Porto e na cidade de Santos. A Administração Municipal apontou a prioridade de investimento e providenciou as avaliações técnicas necessárias para execução do projeto junto aos órgãos de fiscalização de obras e de defesa do patrimônio histórico da Cidade.

Os trabalhos devem ser concluídos ainda no primeiro semestre de 2022. Até lá, seguirá em uso a passarela localizada na sequência da Rua Brás Cubas. A antiga estrutura será removida após a implantação da nova.

SEM CUSTOS PARA O MUNÍCIPIO

“Esta é uma importante passarela, que acaba com um conflito de décadas entre pedestres, tráfego de trens e caminhões. Vai oferecer mais segurança e conforto às milhares de pessoas que utilizam diariamente as barcas de travessia para o Guarujá, com uma estrutura sólida e elevadores de boa capacidade para quem precisa”, avalia o prefeito Rogério Santos, lembrando que não haverá despendimento de recursos por parte da Prefeitura. “Vale ressaltar que a obra será realizada pela iniciativa privada, sem custo para o Município”.

RELAÇÃO PORTO-CIDADE

“Ao garantir opção segura para a população atravessar a via portuária, a nova passarela cumpre diretriz fundamental para a melhoria da relação Porto-Cidade. Essa é uma de várias intervenções previstas no médio prazo que serão feitas para conferir a adequada mobilidade urbana onde há entroncamentos rodoferroviários”, afirmou o diretor de Desenvolvimento de Negócios e Regulação da SPA, Bruno Stupello.

CARACTERÍSTICAS

A nova passarela terá 54 metros de comprimento por 7,1 metros de largura. Em cada extremidade haverá, além dos elevadores, pórticos em concreto armado com pintura branca e vidros laminados como revestimento.

No acesso pela Avenida Senador Feijó será implantado um boulevard, com bancos, lixeiras, paraciclos, estação para reparo de bicicletas e bloqueio contra veículos automotores. 

PATRIMÔNIO

Integrando o plano urbanístico da Prefeitura para revitalização da Região Central, o projeto arquitetônico da nova passarela está em harmonia com o edifício da Alfândega – localizado ao lado –, erguido no século 19 e atualmente tombado como patrimônio do Município.

“É importante frisar que a nova estrutura visa, em primeiro lugar, a segurança dos usuários. Mas foi feito também todo um trabalho de arquitetura em função do patrimônio municipal”, comenta o secretário de Desenvolvimento Urbano, Glaucus Farinello, lembrando que a obra foi aprovada pelo Conselho de Defesa do Patrimônio Cultural de Santos (Condepasa) e “está em sintonia com os planos urbanísticos da Prefeitura para a Região Central, em especial, o plano de pedestrianização”.

Galeria de Imagens