Conteúdo
Notícias

Santos recebe primeiro navio da temporada de cruzeiros

Publicado: 3 de novembro de 2021 - 17h26

O MSC Preziosa, primeiro navio da temporada de Cruzeiros 2021/2022, já está no Porto de Santos. A embarcação chegou no Concais - Terminal Marítimo de Passageiros na manhã desta quarta-feira (3) e deve partir na próxima sexta-feira (5) com 3 mil passageiros.

Além do Preziosa, outros cinco navios passarão pelo Porto de Santos nesta temporada de retomada, após o período de paralisação devido à pandemia de covid-19. São eles: MSC Seaside, MSC Splendida, MSC Sinfonia, além do Costa Fascinosa e Costa Smeralda. Ao todo são esperados 237 mil passageiros em Santos. A expectativa é de que essa temporada movimente mais de R$ 130 milhões na Baixada Santista.

"Um dia de muita alegria. Mais um passo que a gente dá nessa retomada, em direção ao futuro. É importante acompanhar o retorno das atividades comerciais e o desenvolvimento que a retomada da temporada de navios promove, gerando novos empregos na Cidade", destacou o prefeito Rogério Santos.

EXIGÊNCIAS

Seguindo orientações da Agência Nacional de Vigilância Sanitária, todos os passageiros e tripulantes precisam apresentar a carteira de vacinação contra a covid-19, com o ciclo vacinal completo e serão testados antes de embarcar no transatlântico.

No último dia 29, a cidade de Santos lançou o plano operacional para a retomada de cruzeiros marítimos, em conformidade com o estabelecido pela Anvisa, que determina que cada cidade necessita de uma estratégia para dar suporte às regras nacionais com relação aos eventuais casos de covid-19 que possam ser identificados entre os passageiros e tripulantes dos navios.

Galeria de Imagens

Foto: @maltadrone
Foto lateral do navio #paratodosverem
Navio MSC Preziosa. Foto: Francisco Arrais / PMS
Autoridades cortam fita dentro de navio #paratodosverem
Autoridades abrem temporada de navio. Foto: Francisco Arrais / PMS
Homem mostra lembrança com miniatura de um bonde #paratodosverem
Comandante recebe lembrança de Santos. Foto: Francisco Arrais / PMS