Conteúdo

Santos recebe comitivas de duas cidades chinesas

13 de agosto de 2018
16h 16

Comitivas das cidades chinesas de Qujing e Rizhao visitaram a Prefeitura, durante a segunda-feira (13), para tratar de acordos de cooperação com a Cidade.

A comitiva de sete autoridades de Qujing esteve em Santos, durante a tarde, para assinar termo de intenção de irmanação com o Município.

Os chineses se reuniram com o secretário de Governo, Rogério Santos, na Sala de Situação do Palácio José Bonifácio. De acordo com o chefe da delegação, Zhu Deguang, o aspecto esportivo é o principal motivo da aproximação. “Nossa cidade tem realizado importantes torneios internacionais de tênis, basquete, futebol e outras modalidades. Agora, queremos ter um time de futebol forte, por isso escolhemos Santos para servir de referência para nossas crianças”.

Rogério Santos destacou que a parceria também será importante para o esporte na Cidade, já que a China é uma potência olímpica. “Temos um equipamento de ginástica, por exemplo, que está ajudando a desenvolver muitos atletas e essa parceria pode melhorar ainda mais a parte técnica de nossos atletas”.

O grupo também revelou interesse nas áreas de economia, desenvolvimento social, turismo e comércio. 

A delegação ainda visitou o Santos Futebol Clube e assinou parceria para a criação de uma escola do clube na cidade chinesa.

RIZHAO

Pela manhã, mais um passo foi dado para transformar Santos em cidade-irmã do município de Rizhao e estreitar intercâmbio na área portuária, administrativa, em turismo e cultura. A  delegação daquela cidade entregou documento que demonstra o interesse na irmanação.

O grupo, comandado pelo vice-prefeito de Rizhao, Gao Yuebo, foi recebido por autoridades do governo e da Codesp para exibição de vídeos institucionais e visita técnica monitorada ao Porto. Rizhao possui 30 mil habitantes e seu porto é considerado um dos maiores da China, sendo o 7º maior exportador do País e o 12º no mundo. Entre os produtos que passam pelo local, minério, soja, madeira e petróleo.

“Nós procuramos parceiros para investimentos e Santos e Rizhao têm pontos em comum, como o porto, o turismo, e ambas estão em constante expansão. Temos boas experiências para trocar”, comentou o vice-prefeito chinês.

De acordo com o secretário Rogério, é fundamental a aproximação das duas cidades. “A China desperta muito a atenção dos brasileiros. Santos tem buscado a inovação e essa troca de conhecimentos será importante não apenas pelos laços que unem os portos, mas as questões culturais também”.

Conforme o gerente de Promoção Comercial de Áreas e Instalações e Relação Porto-Cidade da Codesp, Alceu Maitino Junior, a visita técnica ao porto é importante para apresentar a infraestrutura, a quantidade de linhas regulares (24) e os berços (65). “O Porto de Santos representa cerca 30% do PIB brasileiro”.

O vice-prefeito de Rizhao ratificou o interesse na geminação das duas cidades, fazendo o convite para os representantes do governo santista visitarem o município chinês. “Estaremos de braços abertos para recebê-los”.

A geminação de cidades significa laços de cooperação, com intercâmbios importantes que geram parcerias culturais, turísticas e comerciais.

Fotos: Rogério Bomfim e Raimundo Rosa

 

Galeria de Imagens