Seu navegador não possui suporte para JavaScript o que impede a página de funcionar de forma correta.
Mensagem do Periodo Eleitoral

Atenção

Em cumprimento ao Artigo 73 da Lei Eleitoral nº 9.504/97, as redes sociais e o portal da Prefeitura, a partir de 6 de julho até o final do processo eleitoral de 2024, publicarão apenas conteúdo de utilidade pública.

Conteúdo
Notícias

Santos ganha 7 mil pontos com luminárias de LED em três anos e economiza mais de R$ 47 mil

Publicado: 12 de março de 2024 - 11h38

Santos modernizou mais de 7 mil pontos com luminárias de LED nos últimos três anos, em várias vias como corredores de ônibus, avenidas, ruas e praças.

A modernização da iluminação pública envolve a substituição, por luminárias de LED, das chamadas lâmpadas de descarga, isto é, unidades de vapor de sódio, com luz de tom amarelado, e de vapor metálico, de luz branca.

“A instalação da iluminação em LED é um investimento importante, que compreende inúmeros benefícios à Cidade e às pessoas, uma vez que possibilita a economia de energia elétrica e facilita o trabalho de monitoramento por câmeras. É por meio do planejamento de ações integradas e complementares que obtemos resultados importantes para Santos continuar se destacando em qualidade de vida”, explicou o prefeito Rogério Santos.

EFICIÊNCIA

As luminárias de LED são mais eficientes e proporcionam alta definição da cor branca, entre várias outras vantagens. Por permitir melhor visualização e definição de cores, a luz branca facilita a supervisão por parte das câmeras de monitoramento, oferecendo mais segurança para pedestres e para o tráfego de veículos.

“Somente nos corredores, a substituição de luminárias garantirá 26% de economia de energia, o que representa aproximadamente R$ 47.738,29, anualmente, para os cofres públicos”, estima o secretário Wagner Ramos, titular Secretaria de Serviços Públicos (Seserp).

Além disso, as unidades de LED exigem menos manutenção, possuem vida útil de até 100 mil horas e contam com distribuição fotométrica (distribuição da luz) de maior qualidade, o que beneficia o campo de visão tanto do pedestre como do motorista, conforme ressaltou o engenheiro eletricista Paulo Aguina, da Seserp. “Com a substituição, a eficiência na iluminação pode chegar a 50%”, frisou.

DISTRIBUIÇÃO

Com 2.668 unidades, a orla é a região com maior número, distribuídas nos postes do canteiro central das avenidas, ciclovia, jardins e torres da faixa de areia. “A última reforma da iluminação da orla ocorreu há quase 15 anos”, afirmou o secretário Wagner Ramos, comentando que o sistema encontrava-se defasado.

A modernização já atendeu santistas e turistas na última temporada de verão, que começou no dia 1º de dezembro. Também foram beneficiados os bairros Centro, com 823 luminárias de LED, Vila Mathias (711), Embaré (414), Areia Branca (326), Gonzaga (262), José Menino (237), Aparecida (219), Vila Nova (197) e Boqueirão (167). E ainda, Macuco (140), Piratininga (138), Campo Grande (121), Alemoa (110), Valongo (91), Paquetá (82), Jabaquara (63), Vila Belmiro (54), Caneleira (33), Encruzilhada (27), Rádio Clube (24), Castelo (24), São Jorge (24), Estuário (17), Caruara (9), Monte Cabrão (9) e Ponta da Praia (7).

 

Corredores de ônibus também foram beneficiados

A modernização da iluminação também beneficia os corredores de ônibus dos morros e da Zona Noroeste, proporcionando mais segurança para o trânsito e para os pedestres. A modernização integra a 5º etapa do PAC Mobilidade, do governo federal, cujo projeto prevê troca de luminárias com lâmpadas de vapor de sódio por luminárias de LED com potências de 121W, 159W, 187W e 225W. Já foram beneficiadas a Avenida Brasil (35 luminárias de LED); Alameda Prefeito José Gomes (26); ruas José Oséas Barbosa (8), Moysés de Freitas (10), Manoel Garcia Vilarinho (6), Amália Rodrigues (15) e José Felix da Silva (4), todas no Morro da Nova Cintra.

Também estão com a iluminação modernizada as ruas Santo Antônio do Valongo (37), São Cristóvão (24), São Roque (14), Nossa Senhora do Monte Serrat (30), Assunção de Nossa Senhora (3) e 17 (6), no Morro São Bento; além da Francisco De Domenico (50), na Areia Branca; Boris Kauffmann (19) e Ana Santos (13), no Chico de Paula, e Rubião Jr (3), no Centro.

Serão atendidas, ainda, a Avenida Santista (40), Praça Guadalajara (13) e as ruas Guilherme Russo (31), Torquato Dias (25), Paulo Clemente Santini (8), Manoel Pereira (6) e Doutor Marildo Espíndola Domingues (2) no Morro da Nova Cintra, assim como a Albino dos Santos (12), na Vila Progresso. A conclusão dos serviços de modernização da 5ª Etapa do PAC Mobilidade garantirá 26% de economia de energia, isto é cerca de R$ 47.738,29, por ano, para os cofres públicos.

INVESTIMENTO

No ano passado, o total do investimento na renovação da iluminação pública foi de R$ 4,7 milhões. Os serviços nos corredores de ônibus estão a cargo da empresa Quantum Engenharia e representam um investimento de R$ 742.356,05, custeados pelo PAC 2 (Programa de Aceleração do Crescimento), para melhorias na mobilidade de cidades médias, e pelo Programa de Infraestrutura de Transporte e da Mobilidade Urbana (Pró-Transporte) – corredores de ônibus, ambos do governo federal. O consórcio formado pelas empresas Seven, Quantun e Fortnort (SQF IP Santos) é responsável pela manutenção da iluminação pública e expansão da rede desde abril de 2023.

 

Esta iniciativa contempla os itens 9, 10 e 11 dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável da ONU: Indústria, Inovação e Infraestrutura; Redução das Desigualdades, e Cidades e Comunidades Sustentáveis. Conheça os outros artigos dos ODS