Conteúdo
Notícias

'Rosinhas' começam a ouvir usuários da saúde de Santos na segunda

Publicado: 8 de janeiro de 2021
15h 18

Os 50 voluntários do Programa Ouvidoria Rosa, que passaram por capacitação e certificação no mês passado, começam a atuar nas unidades de saúde, a partir de segunda-feira (11), das 8h às 10h30. Com tablets ou formulários, irão ouvir os usuários para avaliar diversos aspectos de forma a melhorar a prestação de serviço como um todo.

Serão avaliados os serviços de atendimento, recepção, limpeza, tempo de espera, trabalho dos médicos e exames. Ao final, poderão declarar se aprovam ou não a unidade. As opções são ótimo, bom, regular e péssimo. "O resultado estará disponível no Portal da Transparência para ampliar o controle social", explicou o ouvidor municipal, Rivaldo Santos. “Inicialmente, o sistema será híbrido até a aquisição de tablets para todos os voluntários", acrescentou Santos.

A Ouvidoria Rosa, implantada por meio de um termo de cooperação técnica entre Prefeitura e a Associação Santa Isabel – que atua há 23 anos na Santa Casa de Santos – atende a um decreto municipal, o nº 8.485/2019 que regulamenta a lei federal nº 13.460/2017, que institui a avaliação permanente dos serviços. “A lei estabelece a avaliação, no mínimo, uma vez por ano, mas nossa ideia é que seja permanente. Semanalmente, nós vamos receber, da coordenação dos voluntários, os dados para tabulação. E, de qualquer forma, eles terão canal aberto para, sempre que houver a necessidade de uma intervenção mais rápida, conversarem diretamente com a direção da unidade ou acionarem a coordenação da Ouvidoria”, acrescenta Rivaldo.

SALA

Para facilitar esse canal de comunicação entre a Ouvidoria da Prefeitura, foi inaugurada, no final do ano passado, uma sala de reuniões, onde a coordenação do programa poderá realizar capacitações e alinhar o trabalho dos voluntários. “Por enquanto, a Ouvidoria Rosa vai atuar nos serviços de saúde. Mas é uma meta nossa expandir este trabalho para todos os serviços prestados pelo Município. Já temos próxima turma aberta para receber novos voluntários, mas é necessário que tenham perfil para serem ‘rosinhas’, pois há critérios para trabalhar com os usuários, queremos realizar um trabalho de acolhimento humanizado”, conclui.

Próxima turma será formada neste mês

Quem tiver interesse em tornar-se voluntário da Ouvidoria Rosa, pode se dirigir à Associação Santa Isabel de Combate ao Câncer, localizada na Avenida Ana Costa, 25, na Vila Mathias. A nova turma deve ser formada a partir de 25 de janeiro.

 

Unidades atendidas

  • Policlínica Aparecida

Av. Pedro Lessa, 1.728

Segunda-feira: Onofre e Renata

Quarta-feira: Onofre e Renata

  • Policlínica Embaré

Praça Coronel Fernando Prestes s/n

Terça-feira: Selma e Tânia Ferreira

Quinta-feira: Selma e Tânia Ferreira

  • Policlínica Ponta da Praia

Praça Primeiro de Maio s/n

Terça-feira: Raquel Marlei e Irma

Quarta-feira: Raquel Marlei e Irma

  • Policlínica Campo Grande

Rua Carvalho de Mendonça, 607

Terça-feira: Rosangela e Vera

Quinta-feira: Rosangela e Marli

  • Policlínica Marapé

Rua São Judas Tadeu, 115

Terça-feira: Alessandra e Judite Regina

Quinta-feira: Alessandra e Erundina

  • Policlínica do Gonzaga

Rua Assis Correia, 17

Segunda-feira: Bianca, Carolina e Raquel Oliveira

Quarta-feira: Lizete e Marli

  • Policlínica José Menino/Pompeia

Av. Floriano Peixoto, 201

Terça-feira: Ronilda e Fatima Valenzuela

Quinta-feira: Ronilda e Monica

  • Policlínica Conselheiro Nébias

Av. Conselheiro Nébias, 514

Segunda-feira: Fátima Ferreira e Alba

Quarta-feira: Fátima Ferreira e Alba

  • Unidade de cuidados do Porto

Rua General Câmara, 507

Terça-feira: Aparecida Oliveira e Guerra

Quinta-feira: Aparecida Oliveira e Guerra

Sexta-feira: Wiliam

  • Centro de Saúde Martins Fontes

Rua Xavier Pinheiro, 284

Quarta-feira: Ricardo e Vilma

Quinta-feira: Ricardo e Vilma

Equipe de coordenação: Susie Gusmão, Edson Gusmão, Isabel Peniche, Claudia Crego e Carolina Helena Silva