Conteúdo

Residencial de idosos em Santos recebe visita de estudantes

6 de setembro de 2019
12h 46

Os moradores do Residencial Casa do Sol tiveram uma tarde muito animada. Nesta quinta-feira (5), 25 alunos da unidade Rubens Lara fizeram uma visita ao asilo.

A ação faz parte do projeto 'Melhor Companheiro', do Rotary Club de Santos e Secretaria de Educação (Seduc), que ensina as crianças sobre respeito ao próximo, solidariedade, entre outros valores. O tema deste ano é “Gentileza gera gentileza”.

Pela proximidade dos dois locais (ambos estão localizados no Morro da Nova Cintra), a Casa do Sol foi escolhida para exercer o que foi aprendido em sala de aula.

Os alunos trouxeram alguns itens como caixas de leite e sabonete líquido, além de jogos. A visita começou com orientações da assistente social Débora de Oliveira Nobre sobre alguns cuidados na hora de abordar os idosos. Depois, os moradores chegaram no auditório para o encontro.

Logo eles se entrosaram, conversando, jogando dominó, bingo, jogo da memória e pintando as unhas. Teve até direito à música de fundo.

“Trouxemos livros, joguinhos, bingo no final. O principal cuidado que tivemos com as crianças foi de ouvir. Viemos aqui para passar esta tarde com eles”, disse Fernanda Martins, professora do 4° ano da Rubens Lara. Ela conta que estavam animados com o passeio.

Algumas das crianças não têm muito contato com os avós, então foi uma ótima oportunidade para um encontro de gerações. É o caso de Johanna Bering, 9 anos. Uma das avós mora em Embu das Artes (SP). Ela não conseguiu conter as lágrimas após conversar com uma das moradoras. “Eu sabia que ia chorar, porque toda vez que eu vejo ‘velhinhos’ eu choro. Eu estou achando bem legal”. 

A vovó de Davi Andrade dos Santos, 9 anos, é também sua vizinha. Como os pais trabalham, ele e a avó passam a tarde juntos. Essa não é sua primeira visita à Casa do Sol. “Minha avó é voluntária na missa, e eu venho aqui com ela”. Ele contou que estava animado para vir novamente. Desta vez, com seus colegas de classe.

MORADORES

E os moradores adoraram a visita. Daniel Leopoldo de Mendonça Júnior, 73, aproveitou para jogar dominó e bingo com alguns alunos. “Eu já fui criança, como não vou gostar de crianças?”, brinca. Lourdes Macedo, da mesma idade, está há quatro anos na casa e sempre adora visitas dos mais jovens. Até teve suas unhas pintadas por uma das meninas. “Está gostosa a visita. A criançada tem que vir sempre aqui!”, completa.

VISITAÇÃO

O Residencial Casa do Sol está aberto à visitação diária, das 15 às 17h, além de receber doações de alimentos, agasalhos e fraldas geriátricas. Para conhecer o local, basta entrar em contato pelo telefone 3258-5100 ou pelo e-mail comunicacao@casadosolsantos.org.br.