Conteúdo

Regularização fundiária do recanto do forte é efetuada após 20 anos

26 de setembro de 2000
0h 00

Após 20 anos os moradores dos conjunto residencial Recanto do Forte, em Praia Grande, conseguiram finalmente a regularização fundiária tão esperada. Graças ao esforço conjunto da atual diretoria da Cohab e do oficial de Cartório de Registro de Imóveis de Praia Grande, Marco Antônio Canelli, o desmembramento por unidades habitacionais do empreendimento será efetuado e, a partir do próximo mês, os moradores poderão obter as escrituras definitivas de seus imóveis. Trata-se de mais uma despesa pendente paga pela atual Administração. O conjunto tem 25 edifícios com 16 apartamentos cada e a ausência de regularização os impedia de contratar funcionários, registrar os contratos em cartório e vender os imóveis, entre outras dificuldades. O presidente do Centro Social de Ação Comunitária do Conjunto Residencial Recanto do Forte, Antônio Cassimiro Bizerra Filho, estava radiante de alegria ontem (26), logo após a reunião realizada no cartório da qual participou, juntamente com o diretor-financeiro da Cohab, Cláudio Cavallini, o advogado da Companhia, Dácio Antônio Nascimento, o gerente-financeiro, Lauro Kúsplica. Vivíamos numa situação caótica, há 20 anos tentando persuadir os governos passados e não nos acenavem com nenhuma solução. Esta foi a primeira diretoria a se mostrar interessada em resolver nosso problema, afirma Cassimiro. Para ele, trata-se de uma conquista histórica, sem tamanho. Não tenho nem como dimensionar a felicidade que estamos sentindo, quero deixar bem claro a gratidão à Cohab e à Prefeitura de Santos, salienta o representante dos moradores. Agora, cada proprietário poderá legalizar seu imóvel, cada prédio poderá ter a sua convenção e os apartamentos serão ainda valorizados em pelo menos R$ 10 mil, segundo Cassimiro. A venda por financiamento também será possível, o que antes não era.

Feedback

Ajude-nos a tornar o Santos Portal melhor. Deixe um comentário, dúvida ou sugestão.