Conteúdo

Quase 100% dos turistas em Santos recomendam a visita

2 de abril de 2019
16h 29
Orla da praia vista do alto com o mar, a areia, o jardim, avenidas e prédios. A praia está cheia. #Pracegover

Quase todos os turistas que visitam Santos recomendam a Cidade a amigos, parentes e conhecidos, e pretendem retornar por considerá-la bonita, com boa infraestrutura, qualidade de vida, possuir belezas naturais e variedade de  atrativos turísticos e históricos.

Em apenas seis anos, melhorou consideravelmente a aprovação de turistas em relação a Santos, de acordo com o resultado de levantamentos do Instituto de Pesquisas A Tribuna (Ipat), realizado no carnaval com 501 turistas, 270 dos quais hospedados em cinco hotéis da Cidade.

A pesquisa encomendada pela Setur (Secretaria de Turismo) foi comparada nesta nesta terça (2) com os resultados de levantamento similar realizado em 2013 pelo Nese (Núcleo de Pesquisa e Estudos Socioeconômicos), da Universidade Santa Cecília, envolvendo 402 turistas, também durante o carnaval

Além dos 270 hóspedes, foram ouvidas 227 pessoas que alugaram apartamento, estavam em casa de familiares ou amigos, ou vieram passar apenas o dia na cidade. Esse grupo foi abordado pelos pesquisadores no Aquário, Orquidário, Centro Histórico, Praça das Bandeiras e Posto de Salvamento 3, onde funciona o Posto de Informações Turísticas (PIT) do Gonzaga e o ponto de embarque da Linha Conheça Santos.

Nada menos que 98,6% dos entrevistados recomendariam a cidade para outras pessoas e 95,2% pretendem retornar. Santos recebeu a aprovação de 22,7%, que responderam ‘tudo’ à questão sobre o que mais agradou o turista, quando há seis anos, essa foi a resposta de apenas 7,9%. Reforçando a opinião positiva, 53,6% dos entrevistados afirmou ‘nada’ à pergunta sobre o que mais desagradou em Santos – em 2013, essa foi a resposta de 28,3%.

A Cidade manteve o interesse do público entre 36 e 45 anos (25,4% contra 22,89%), mas agora tem, em segundo lugar, visitantes de 56 a 65 anos, quando nessa posição, há seis anos, figurava a faixa etária entre 18 e 25 anos.

Na pesquisa atual, a maioria se hospedou em hotéis (51,1%), pousadas (2%), hostels  (1%) e pensões (0,2%), enquanto 27,6% encontravam-se na casa de familiares e amigos, 11,1% vieram passar o dia e 5,2% alugaram apartamento – a amostragem aleatória também envolveu turistas de navios de cruzeiro.

A média de permanência manteve-se entre  três e sete dias (73,81% em 2013 e 54,1% atualmente), mas aumentou o percentual dos que ficam na Cidade até dois dias (15,8% para 43,3%).

 

INTERESSE PELO CENTRO

 

O Centro Histórico desperta hoje mais interesse nos turistas do que seis anos atrás – 33,6% contra 13,1%, levando-se em consideração apenas o Museu do Café, Linha Turística do Bonde e Complexo Turístico do Monte Serrat. “Com a citação do Museu Pelé por parte de 16,6% dos entrevistados, essa região atraiu a atenção de nada menos que 50,2%. Como o equipamento foi inaugurado em junho de 2014, ficou fora, portanto, da pesquisa anterior”, frisou o o secretário de Turismo, Odair Gonzalez.

Embora a estadia anterior tenha sido determinante para a opção por Santos durante o carnaval (38,7% contra 34,62% em 2013), o Portal de Turismo de Santos, a internet e as redes sociais contribuíram para a decisão de 23,2% - quando há seis anos, esse índice foi de 16,5%.

 

APROVAÇÃO

Também foram aprovados os serviços de limpeza das ruas (82,4%, contra 71,8% em 2013), limpeza das praias (63,2%, 62,8%), segurança (79,8%, 73,8%), sinalização turística (83,6%, 72,6%), táxi (31,1%, 28,1%), telefonia (84,8%, 82,5%), diversões noturnas (59,3%, 57,5%) e vias de acesso (88,4%, 75,3%). Foi registrado decréscimo na aprovação dos itens comércio (79%, contra 87,9% há seis anos), restaurante (87,4%, 91,1%) e hotelaria (58%, 92,1%).

Reforçando o fato de a Cidade atrair famílias ou grupo de amigos, cresceu o índice de turistas que viajava com mais duas pessoas (21% em 2013 para 26,1% em 2019) e com mais três acompanhantes (14,3% para 24,4%) – em seis anos, reduziu de 45,1% para 32,1% o índice dos que viajavam com apenas mais uma pessoa.

São Paulo e sua região metropolitana mantêm-se como as principais emissoras de turistas para Santos, com 53,8% dos entrevistados (38% em 2013), e o Estado respondeu por 87,2% dos visitantes, ficando o Rio de Janeiro em segundo lugar (2,4%).

 

Foto: Raimundo Rosa/arquivo

Feedback

Ajude-nos a tornar o Santos Portal melhor. Deixe um comentário, dúvida ou sugestão.