Conteúdo

Público poderá conferir artesanato criativo no Festival do Imigrante de Santos

4 de outubro de 2019
10h 00

Apresentações de dança, teatro, filmes clássicos e comidas típicas estão na programação do 1º Festival do Imigrante, que a Prefeitura de Santos promove entre esta sexta-feira (4) e domingo (6) no Centro Histórico. Mas o evento também será a oportunidade para quem quiser conferir e levar para casa os trabalhos feitos por vários artesãos da região.

No sábado (5) e domingo (6), as dependências do Museu Pelé serão o espaço para a exposição de artesanato criativo. Sob a curadoria de Denise Gouvea, do Fundo Social de Solidariedade (FSS), os produtos à venda são cuidadosamente feitos dentro do conceito de que a criatividade gera valor econômico. Entre os itens, objetos de decoração, acessórios e lembranças de países que são prestigiados no Festival do Imigrante como Portugal, Japão e nações africanas. A exposição terá ainda trabalhos das bordadeiras da Ilha da Madeira (Portugal), que integram a Associação das Bordadeiras do Morro São Bento.

"Teremos objetos de ourivesaria, saboaria e de pedras brasileiras. A qualidade dos produtos que teremos no festival é de primeira. Tudo feito com carinho e cuidado, mostrando o potencial que nossa cidade tem para e economia criativa’’.

Bete Cataldi, uma das artesãs que vão expor no Museu Pelé, trabalha há sete anos com madeira de reflorestamento e de reconstrução. Entre as especialidades, os cantinhos do café. Afora os objetos de decoração em geral. ‘’Me identifiquei com madeira e passei a trabalhar com esse material. Não tenho peças iguais e cada um leva para casa um trabalho original’’.

Os interessados em conferir os produtos podem comparecer ao Museu Pelé, que fica no Largo Marquês de Monte Alegre, 1, no Valongo, das 10h às 18h.

Centro com Arte

Paralelamente ao festival, também no sábado e domingo, no mesmo horário, outro grupo de artesãos vai expor seus produtos sob o alpendre da Estação da Valongo. São os 18 representantes do Centro com Arte, que semanalmente conta com artistas vendendo sua produção em papelaria artesanal, marchetaria, fotografia, costura, suvenires em madeira, velas, baús de madeira, artesanato em vidro, miniaturas de bondes, trabalhos manuais e pintura naif (que não é ligada a uma técnica específica), além do tradicional crochê de fibras de algodão e do serviço de fotografias de época tendo o bonde como cenário.

"É uma excelente oportunidade para quem quer comprar uma lembrança relacionada à Cidade. O calendário de eventos da Prefeitura está levando muita gente à feira e o Festival do Imigrante será mais uma oportunidade’’, afirma a curadora do Centro com Arte, Romilda Lorenzo Gomes.

A Estação do Valongo é o local de embarque e desembarque do bonde. Um dos expositores que estarão no local é Reinaldo Mathias, que produz suvenires como marcadores de livro, porta-copos e chaveiros de madeira. Os objetos são ilustrados com imagens representativas da Cidade, como as muretas dos canais, azulejos da Casa da Frontaria Azulejada, os bondes, Museu do Café, Museu Pelé, o Santuário do Valongo e o Monte Serrat. O endereço é Largo Marquês de Monte Alegre s/nº.

Feedback

Ajude-nos a tornar o Santos Portal melhor. Deixe um comentário, dúvida ou sugestão.