Conteúdo
Notícias

Projetos para incrementar Parque Tecnológico são apresentados em reunião de conselho

Publicado: 19 de dezembro de 2013
14h 51

Novidades para tornar a cidade mais atraente aos empreendedores e mais funcional para a população pautaram a última reunião do ano do Conselho Administrativo da FPTS (Fundação Parque Tecnológico de Santos). O conselho, formado por representantes de órgãos do governo, das universidades, de empresas e da sociedade civil organizada, se reuniu nesta quarta (18) na ACS (Associação Comercial de Santos) no Centro Histórico.

O Plano de Trabalho para 2014 dividido em infraestrutura, organização, administrativo e produção foi o primeiro item apresentado, com destaque para a construção do Parque Tecnológico, prevista para o segundo semestre, e mudança da sede da FTPS e da Incubadora, atualmente instaladas em imóvel alugado na rua Braz Cubas, 154, para o 4º andar do prédio do Cais Colégio Santista, (r. Sete de Setembro, 34, Vila Nova).

Segundo o secretário de Desenvolvimento Econômico e Inovação e presidente do conselho, Omar Silva, o parque ganhará também o LOB MOB (Laboratório de Logística e Mobilidade Urbana). “Será o primeiro da fundação e vai criar ambientes de simulação, como por exemplo, sincronização de semáforos e interligação de modais de transporte”.

Propostas

O diretor Administrativo e Financeiro da FTPS, Valdomiro Roman da Silva, apresentou as sugestões de alteração da Lei Complementar 736, que instituiu a FPTS, como a criação do Conselho de Empreendedorismo e aumento da participação do poder público municipal. "O objetivo é dar mais funcionalidade à lei”, disse o secretário Silva. A proposta será encaminhada aos membros para avaliação.

Ao final, os conselheiros conheceram a proposta de realizar projetos de mobilidade urbana, por meio de uma possível parceria da prefeitura com a MIT (Massachusetts Institute of Techonology), instituição norte americana que possui experiência de soluções implementadas nos Estados Unidos, Austrália e Ásia. “Caso seja concretizado, a possibilidade é formar parcerias com as instituições do parque”, disse o secretário.