Conteúdo

Projetos de Santos são apresentados em evento internacional de surfe na Espanha

23 de novembro de 2018
14h 31

O recém-criado projeto Blue Med Saúde Surf Sênior, voltado para o público com mais de 50 anos, e o Sonhando sobre as Ondas, para pessoas com deficiência, desenvolvidos pela Prefeitura na Escola Radical, da Secretaria de Esportes (Semes), foram apresentados nesta semana na Rede das Cidades do Surf Mundial, a World Surf Cities Network (WSCN), em San Sebastian, na Espanha.

Reunindo representantes de países como Chile (Arica e Viña del Mar), Equador (Montañita), Peru (Huanchaco), África do Sul (Durban), França (Lacanau), Austrália (Gold Coast), Nova Zelândia (New Plymouth), Portugal (Mafra e Viana do Castelo), Espanha e Brasil, o evento terminou quinta-feira (22), promovendo o debate sobre o impacto do surfe nas cidades e as ações que propiciam desenvolvimento nas áreas social, turística, gastronômica e de negócios por meio da modalidade. Santos foi a única cidade brasileira na conferência.

As iniciativas santistas foram apresentadas pelo coordenador da Escola Radical, Cisco Araña, que esteve acompanhado de empresários da Blue Med e da produtora Righeti, parceiros no projeto de surfe sênior. “Mostramos que podemos fazer a diferença na vida das pessoas quando temos projetos de inclusão e que promovem a socialização, a felicidade, a saúde e a qualidade de vida das pessoas. Santos está na vanguarda, principalmente na área social. O mundo se encanta com nossa experiência. Queremos plantar essa semente nesses lugares”, disse Cisco.

Ele também falou sobre as ações realizadas durante o ano, como campeonatos e o Festival de Surfe Feminino. Entre outras experiências de destaque na conferência, uma piscina com ondas apresentada pela cidade espanhola de San Sebastian. “São ideias inovadoras e experiências concretas de diferentes lugares do mundo. Com essa troca, fortalecemos vínculos de comunidades e culturas e levaremos isso para nossos alunos”, acrescentou.

A WSCN é uma rede de cooperação entre cidades que mantém a estratégia de desenvolver o surfe como atividade para gerar riqueza. Recentemente, Cisco também esteve no Chile auxiliando na formatação de projeto de construção de uma escola pública de surfe voltada à terceira idade naquele país.

Foto: divulgação

Feedback

Ajude-nos a tornar o Santos Portal melhor. Deixe um comentário, dúvida ou sugestão.