Conteúdo

Projeto visa redução de danos em usuários de drogas

8 de novembro de 2000
0h 00

O ´Projeto Água Marinha´, desenvolvido pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS), atende atualmente 20 pessoas e é dirigido à assistência dos usuários de drogas, portadores do HIV ou vulneráveis à infecção da Aids e outras Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST). O programa funciona na Seção Núcleo de Atenção ao Toxicodependente (Senat) e tem capacidade para atender 150 pessoas. O objetivo é proporcionar a redução de danos à saúde, com um atendimento diferenciado, visando à melhora de qualidade de vida dos usuários de drogas. O trabalho é realizado em conjunto com o Programa de DST/Aids. As pessoas assistidas pelo ´Água Marinha´ são encaminhadas pelas unidades de saúde, mas podem também procurar o serviço espontaneamente. Segundo Luciana, o atendimento aos familiares destes usuários também está assegurado. Médicos, psiquiatras, psicólogos, assistentes sociais, enfermeiros e auxiliares de enfermagem integram as equipes de trabalho do serviço, que funciona à Rua Paraíba, 110, Pompéia. O projeto, que vem sendo desenvolvido desde o último mês de julho, é realizado mediante um termo de cooperação, firmado entre a Prefeitura e o Ministério da Saúde, com o apoio do Programa das Nações Unidas para o Controle Internacional de Drogas.

Feedback

Ajude-nos a tornar o Santos Portal melhor. Deixe um comentário, dúvida ou sugestão.