Conteúdo
Notícias

Projeto de revitalização de rua em Santos reforça culturas portuguesa e africana

Publicado: 5 de outubro de 2021 - 20h51

Um projeto de revitalização da Rua República Portuguesa, na Vila Mathias, foi apresentado nesta terça-feira (5) pela Prefeitura. A proposta foi exposta ao embaixador de Portugal no Brasil, Paulo Jorge Nascimento, que visitou o Paço Municipal para uma cerimônia de celebração dos 100 anos da Escola Portuguesa de Santos.

Para a execução das obras, a Administração Municipal pleiteou R$ 2,5 milhões junto ao governo do Estado, por meio do Departamento de Apoio ao Desenvolvimento dos Municípios Turísticos (Dadetur). A expectativa é de que o convênio seja firmado até o fim deste ano, com licitação encerrada no primeiro semestre de 2022 e intervenções concluídas nos seis meses seguintes. O recurso contempla a reforma de guias, calçadas e leito carroçável, além da instalação de mobiliário urbano, como postes de luz, bancos e lixeiras.

Com 150 metros de extensão, a via possui referências arquitetônicas referentes à colonização portuguesa, com sobrados geminados, de dois pavimentos, providos de detalhes preservados desde o século 20. Para recuperação das fachadas dessas edificações, a Prefeitura está buscando parcerias com a iniciativa privada.

PORTUGAL E ÁFRICA

Segundo o Secretário de Desenvolvimento Urbano, Glaucus Farinello, o projeto também contempla alusões a uma parte da cultura da África. “A proposta é criar dois largos nos extremos da via, atendendo e valorizando as identidades portuguesa e africana. Além disso, pretendemos atender às expectativas da comunidade da Igreja Santa Bakhita”.

Entre as novidades propostas, ele destaca “postes republicanos, adornados com floreiras, inseridos em pisos em mosaico português, e um monumento alusivo à colônia”, detalhando ainda que “no largo oposto, que remete a influência africana, haverá cores mais vibrantes e desenhos característicos”.

Farinello destaca também que a via estará ao lado do trajeto da 2ª fase do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT), que passará pela Avenida Campos Mello. “Teremos, desta forma, um processo indutor do desenvolvimento urbano daquela área da Cidade”.

EMBAIXADOR

Em apresentação na Sala Princesa Isabel, o embaixador português assistiu ao vídeo do projeto em simulação gráfica, tecendo elogios na sequência. “Parece muito importante para revitalização daquele espaço público, trazendo vida para a população. E é uma forma de combater a desertificação da Cidade e de gerar empregos e riqueza. Ficamos felizes porque é numa rua que tem o nome de República Portuguesa, com características arquitetônicas que remetem muito a Portugal. Mas, antes de tudo, é superimportante para Santos”.

ATRATIVO

Durante a apresentação, o prefeito Rogério Santos destacou o projeto como mais um atrativo para a Cidade. “Assumimos o compromisso de revitalização de mais um símbolo da Região Central, numa rua que tem esse nome desde o século 18, com casas de estilo eclético, que refletem o movimento de colonização do nosso país”.

Galeria de Imagens