Conteúdo

Programa de processos digitais desperta interesse de vários estados

28 de fevereiro de 2018
18h 27

Blumenau (SC) e Jacareí (SP) são os mais novos integrantes da lista de gestores interessados em implantar, em seus municípios, os Processos Digitais. Desde 2015, delegações de Curitiba (PR), Camboriú (SC), Belo Horizonte (MG), Vila Velha (ES), Maricá (RJ), Praia Grande, Guarujá, Cubatão e Itanhaém vieram a Santos conhecer essa ferramenta da Secretaria de Gestão.

Representantes da Sabesp, Secretaria de Administração Penitenciária, Instituto Butantã e da Fundação Criança também se interessaram pelo sistema.

O Departamento de Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (Detic) apresentou, nesta quarta-feira (28), os Processos Digitais para representantes de Blumenau e Jacareí, no auditório do Centro Administrativo.

SUCESSO

O diretor de Sistema de Inovação e Tecnologia de Blumenau, Júlio Cezar Silva, 43 anos, soube dos Processos Digitais através de um representante de software. Desde junho do ano passado, ele acompanha o noticiário de Santos sobre o assunto e agora veio ver tudo pessoalmente. “Nossa intenção é implantar um sistema semelhante em Blumenau e estamos conhecendo casos de sucesso. E, em Santos, o processo já está consolidado”.

O diretor administrativo do Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Jacareí, Luiz Carlos da Silva Júnior, 36, também pretende implantar sistema parecido e veio a Santos após pesquisa na internet sobre o assunto. “Queremos aprender, ver as dificuldades enfrentadas para não repetir problemas e facilitar a implantação”.

COMPLETO

Segundo o Detic, dos 100 modelos prontos, 87 já foram implantados e os demais entram gradativamente na era digital. Os Processos Digitais beneficiam as secretarias de Finanças, Gestão, Governo, Comunicação, Gabinete do prefeito e a Procuradoria Geral do Município.

O ganho médio no tempo de tramitação é de 70%. Como exemplo, o pedido de licença prêmio caiu de 90 para 15 dias. A economia proporcionada pela troca do papel pela informática é de R$ 675 mil/ano.

Breve história

Em setembro de 2014, a Prefeitura adotou o sistema de processos digitais para ter a gestão integrada de informações, documentos e processos. A medida começou com 50 processos digitais nas áreas administrativa, financeira, de licitações e jurídica.

O objetivo é a redução do tempo de tramitação dos processos entre os setores municipais e a economia aos cofres públicos com a eliminação do uso de papel, impressão, transporte e armazenamento. Também ajuda no fornecimento de indicadores de produtividade e traz mais transparência e segurança, porque são utilizadas certificação e assinatura digitais.

PRÊMIO

Em 2015, o sistema de processos digitais conquistou o Prêmio Mundial para Excelência em Gerenciamento de Processos de Negócios e Fluxos de Trabalho (Global Awards for Excellence in BPM & Workflow).

 

Foto: Marcelo Martins