Conteúdo

Profissionais de saúde em Santos poderão se hospedar em hotel durante a pandemia de covid-19

8 de abril de 2020
17h 02

Para resguardar os seus familiares de um eventual contágio pelo novo coronavírus, os profissionais de saúde que atuam nas unidades ligadas ao Plano de Contingência Municipal Covid-19 poderão se hospedar em um dos 90 leitos do hotel Monte Serrat (Rua Bittencourt, 130, Vila Nova).

A hospedagem e a alimentação (café da manhã, almoço, lanche e jantar) serão custeados pela Secretaria de Saúde de Santos, incluindo contribuição de emenda parlamentar no valor de R$ 300 mil, do deputado estadual Kenny Mendes.

Terão direito os profissionais de saúde que estejam trabalhando em regime de plantão nos leitos hospitalares de clínica médica ou UTI, das unidades que abriram leitos específicos para atender a casos de covid-19: Santa Casa de Santos, Beneficência Portuguesa, Complexo Hospitalar dos Estivadores, Hospital de Pequeno Porte Central, Hospital da Zona Noroeste e Hospital Guilherme Álvaro.

A iniciativa também vale para aqueles que estarão na linha de frente nos hospitais de campanha montados na UPA Central, UPA Zona Leste, Afip e Hospital Vitória.

COMO ACESSAR

Para ter acesso ao benefício, o interessado deve solicitar a autorização de ingresso no hotel pelo e-mail hospedagemcovid19@santos.sp.gov.br. Deve informar nome, CPF, endereço, local de atividade, horário do plantão e telefone para contato. A hospedagem será autorizada pelo prazo de 15 dias, renováveis por quanto tempo for necessário.

As refeições serão entregues nas portas dos quartos nos horários especificados, mediante ajustamento de horário em relação aos plantões dos profissionais. Será permanentemente proibida a utilização de qualquer área de convivência do hotel que permita aglomeração de pessoas.

Não será permitida qualquer visita aos hóspedes. A higienização das dependências individuais será constante e sob supervisão rígida dos critérios da Vigilância Sanitária de Santos.

CALÇADA

A Secretaria de Serviços Públicos realizou, na noite da última terça-feira (7), a higienização da calçada em frente ao hotel, utilizando uma mistura de detergente e desinfetante, método de limpeza eficaz para combater o novo coronavírus, uma vez que o detergente remove a cápsula de proteína do vírus e o desinfetante o mata.

“Estamos criando toda a estrutura necessária para o atendimento dos pacientes, com a compra de insumos e a criação de mais de 500 novos leitos. Por outro lado, pensando em preservar os profissionais e os seus familiares, vamos oferecer a acomodação no hotel aos que estão na linha de frente para que tenham mais tranquilidade. Vamos oferecer a retaguarda de que eles precisam neste momento”, afirma o prefeito Paulo Alexandre Barbosa.