Conteúdo
Notícias

Profissionais da educação de Santos passam por formação para utilizar as estudiotecas tecnológicas

Publicado: 10 de setembro de 2021
14h 35
Atualizado: 11 de setembro de 2021
12h 04

Coordenadores pedagógicos das escolas de educação infantil da região da Zona Leste e Ponta da Praia, em Santos, passaram por formação em relação à utilização das estudiotecas, frutos da parceria entre a Prefeitura e a empresa VLI Logística. O curso foi ministrado na manhã desta sexta-feira (10), na UME Olívia Fernandes, no Embaré, e contou com a participação de sete coordenadores.

O ensino ficou por conta dos colaboradores pedagógicos da Seção Núcleo Tecnológico Educacional (Senutec), da Secretaria de Educação (Seduc), que ensinaram a respeito da utilização, configuração e limpeza dos equipamentos disponíveis nas estudiotecas como os chromebooks, carrinho de recarga, câmera de videoconferência e smart TV.

A formação teve como objetivo a integração entre os coordenadores e os equipamentos do espaço, conhecimento que será repassado aos professores de cada unidade. “O poder público precisa de parcerias para poder avançar na educação, oferecer um ensino melhor e, logo, formar uma sociedade melhor. Fico muito feliz por esse projeto, em conjunto com a VLI, e hoje estamos com essa formação mostrando como a estudioteca pode ser utilizada, o quanto é produtiva e potencializa a aprendizagem”, disse a secretária de Educação Cristina Barletta

O curso foi a segunda ação da Senutec com profissionais da educação infantil. No mês de agosto foram formados os coordenadores da região central e, na próxima sexta (17), será a vez dos profissionais da região do Porto e Morros. Já as escolas de ensino fundamental terão capacitação in loco conforme cronograma.

ESTUDIOTECAS

As estudiotecas são bibliotecas repaginadas com equipamentos digitais e criação de núcleos tecnológicos. Os espaços, que viabilizam o desenvolvimento de práticas pedagógicas inovadoras e participativas, contam com mobiliários específicos e itens como chromebooks. A proposta é o desenvolvimento de ações complementares que estejam integradas aos diferentes componentes curriculares. Desde 2018, todas as escolas de educação infantil e fundamental I e II ganharam o recurso por meio do projeto "Escolas que Inovam", somando 66 estudiotecas na Cidade.

PARCERIA

A implantação das estudiotecas foi viabilizada por meio de convênios, parcerias e Trimmc (Termo de Responsabilidade de Implantação de Medidas Mitigadoras e/ou Compensatórias) firmados com diferentes empresas. A responsável pela instalação nas escolas de Educação Infantil foi a VLI Logística. “É uma honra poder estar aqui. Nós estamos encantados com o projeto. O agradecimento é muito mais nosso do que de vocês. A VLI quer transformar a logística do Brasil e não há caminho melhor do que a educação, que é um legado na vida de todos nós”, disse o diretor-presidente da empresa, Denilson Marques.

Na ocasião, o prefeito Rogério Santos agradeceu pela parceria. “É uma felicidade poder ver a implantação desse projeto. Nós fomos evoluindo aos poucos e hoje são mais de 60 escolas com Estudiotecas. Só tenho a agradecer à VLI por essa ferramenta que vai possibilitar um grande avanço na educação da Cidade”, finalizou.

Galeria de Imagens

Computadores em mesa #paratodosverem
Porta da entrada da estudioteca #paratodosverem
Estudioteca com mesas, cadeiras e computadores #paratodosverem
Profissional ministra curso #paratodosverem
Representantes de empresa falam #paratodosverem
Prefeito Rogério fala #paratodosverem