Conteúdo

Prodesan racionaliza uso de energia elétrica

21 de maio de 2001
0h 00

Todos os departamentos da Prodesan, existentes no prédio situado no cruzamento das avenidas Ana Costa e Francisco Glicério, já estão racionalizando o uso de energia elétrica. As medidas foram tomadas, desde o dia 8 passado, em atenção ao Decreto Municipal 3.713, de abril deste ano e após uma palestra proferida por técnicos da Bandeirante de Energia Elétrica. Nessa primeira fase de combate ao uso indiscriminado de eletricidade ocorreram mudanças fundamentais de horário e de comportamento dos funcionários. Entre elas estão: a não utilização dos aparelhos de ar- condicionado; aproveitamento ao máximo da luz do dia, evitando-se acender as luminárias; horário de almoço obrigatório, das 12 às 14 horas, com o desligamento do quadro geral de cada andar, exceto as redes de tomadas para fax; uso de apenas um elevador, que serve os andares alternadamente, parando apenas nos ímpares; limpeza dos pavimentos por mutirão, possibilitando o desligamento mais rápido das luzes; extinção do grupo de faxina aos sábados; e instituição da figura do zelador, que percorre os andares conferindo se as determinações estão sendo cumpridas. Dessa forma, será possível até suplantar a meta de economia estabelecida pelo Governo, se todos colaborarem. Apesar de o edifício da Prodesan possuir 11 andares, a empresa só ocupa os quatro primeiros e compartilha o subsolo (garagem), o térreo (recepção) e o mezanino (auditório) com sete outras instituições governamentais. Do 5º ao 11º, os andares abrigam as secretarias de Meio Ambiente, Esportes e Planejamento, Fundação Pró-Esporte, Diretoria de Assuntos Metropolitanos (Secretaria do Governo) e a Agência de Metropolização da Baixada Santista. O prédio anexo, cuja entrada é pela Rua Assis Correa, é utilizado pela Secretaria de Educação. PENALIZADO O prédio da Prodesan é sempre penalizado por ser quase totalmente revestido de vidro e estar localizado na confluência de duas movimentadas avenidas. Em todos os grandes edifícios comerciais de Santos, a limpeza é feita no período noturno e ninguém vê porque ficam encobertos por paredes de alvenaria, enquanto que a edificação fica visível e sujeita a críticas. Mas, a partir do dia 1º de junho, toda a população verá nitidamente que a Prodesan está engajada no Procel (Programa de Combate ao Desperdício de Energia Elétrica). A Prodesan anunciou uma segunda mudança no setor de limpeza. As funcionárias irão desempenhar essa tarefa, entre 17 e 19 horas, permitindo que a torre de vidro e concreto da Prodesan seja desligada com três horas de antecedência.

Feedback

Ajude-nos a tornar o Santos Portal melhor. Deixe um comentário, dúvida ou sugestão.