Conteúdo

Primeiro teste de compostagem em feira livre de Santos recolhe 300 quilos de resíduos

22 de agosto de 2019
15h 07

Cerca de 300 quilos de talos, folhas, cascas e outros restos de hortifrútis foram recolhidos na feira livre do bairro Santa Maria (Rua Indalécio de Arruda Costa), nesta quarta-feira (21), durante o primeiro teste de coleta de resíduos orgânicos descartados por feirantes.

O trabalho faz parte do Programa Composta Santos, que tem como objetivo implantar um pátio para compostagem de resíduos de feiras e poda de árvores.

O material foi depositado em 22 recipientes, cada um com capacidade para 50 litros, e levado para o Centro de Aprendizagem em Compostagem e Agricultura Urbana (Cacau/Semam), que fica no Jardim Botânico Chico Mendes, onde será transformado em adubo orgânico.

O objetivo do teste é verificar a adesão dos feirantes e a logística de recolhimento dos resíduos. O projeto, quando totalmente implantado, prevê o reaproveitamento de todo o resíduo orgânico descartado pelas 24 feiras livres da Cidade.

O teste foi precedido de orientação junto aos cerca de 30 feirantes que atuam no Santa Maria. De acordo com o secretário de Meio Ambiente, Marcos Libório, novas ações estão previstas, visando aprimorar o sistema de recolhimento, transporte e compostagem final dos resíduos. Nessa fase do programa, o adubo oriundo do processo será utilizado no próprio Jardim Botânico.

O programa Composta Santos conta com verba de R$ 1 milhão aprovada em edital do Fundo Nacional de Meio Ambiente, com financiamento do Fundo Socioambiental da Caixa (com vigência de dois anos de duração).

Os objetivos são ampliar o conhecimento público e institucional sobre compostagem, reduzir a destinação de resíduos para o aterro e promover a agricultura urbana entre outros.

Galeria de Imagens

técnicos atuam em horta #pracegover
tonéis enfileirados #pracegover
técnicos recolhem restos de verduras #pracegover
técnicos recolhem restos de verduras #pracegover