Conteúdo

Primeiro fórum de saúde de santos aprofunda troca de dados

24 de julho de 2001
0h 00

O I Fórum de Saúde de Santos, realizado na última terça-feira, no Teatro Municipal Brás Cubas, reuniu cerca de 80 funcionários que chefiam seções, além de coordenadores de programas e chefias de departamentos. Eles vão se transformar em multiplicadores de temas discutidos nesses encontros, que serão mensais e visam estimular maior integração de setores, levantamento de dados confiáveis, troca de informações e debates de novas propostas de serviços. A Secretaria de Saúde, adiantou alguns projetos, entre os quais, instalação de novos equipamentos e serviços. O Executivo, enfatizou o interesse no aprimoramento dos serviços na Saúde, destacou alguns avanços já registrados, como a informatização da rede e a confiança que mantém num trabalho mais integrado. Foi feita a avaliação de melhorias já implantadas na SMS nos últimos seis meses e mostrou, em números, o desafio representado pelo enorme crescimento da demanda. Entre as expectativas de melhores serviços à população aparece o Programa da Saúde da Família, que até o final de agosto terá oito equipes trabalhando, além da construção de novas unidades básicas no Centro, (com terreno de 2 mil m² ofertado pela Prefeitura), Jardim São Manoel, um novo prédio para o Ambesp (Ambulatório de Especialidades) da Zona Noroeste, além de unidade mista na Nova Cintra para funcionamento em período integral. A SMS já ordenou, nesse semestre, a área de medicamentos, instalando central em prédio adequado, criou espaço para veículos, está informatizando toda a rede e recentemente implantou um horário mais adequado para policlínicas, evitando desperdício de recursos públicos, com fechamento de unidades em horário noturno, de pouca demanda de consultas. DIAGNÓSTICO Além de estimular a melhor integração entre os diversos setores da Secretaria de Saúde (o que antes não existia), os fórum têm entre as metas principais levantar dados confiáveis de todas as epidemiologias, num diagnóstico completo da saúde no Município. Os fóruns contam ainda com participação de convidados de outras secretarias, para uma integração com o restante da Administração. Na reunião de terça-feira, abriu-se largo espaço para uma avaliação do Programa Recém-Nascido de Risco, com um diagnóstico aprofundado da mortalidade infantil na Cidade, e apresentação do Programa da Seac Sentinela, voltado a combater a violência e abuso sexual em crianças, e que já tem avaliações importantes sobre a grande dimensão desse problema em Santos, no qual a SMS também estará participando. Na etapa final do encontro, houve palestra com exercícios de dinâmicas de grupo, realizada por Ariovaldo Gobatti Leandro, professor titular da UniSantos e ainda diretor de três faculdades: Nutrição, Enfermagem e Fisioterapia. Ele abordou aspectos importantes no relacionamento entre colegas, motivação de trabalho e os desafios existentes no desempenho de funções no Serviço Público. A palestra se insere dentro do projeto da SMS de humanização da rede.

Feedback

Ajude-nos a tornar o Santos Portal melhor. Deixe um comentário, dúvida ou sugestão.