Conteúdo

Prêmio reconhece trabalho de Santos no incentivo ao empreendedorismo

22 de maio de 2019
16h 23

Santos recebeu, na noite da última terça-feira (21), os selos Inclusão Produtiva e Apoio ao Microempreendedor Individual (MEI) e de Políticas Públicas para o Desenvolvimento dos Pequenos Negócios, durante a cerimônia do 10º Prêmio Mário Covas Prefeito Empreendedor.

A premiação foi realizada pelo Sebrae no Memorial da América Latina. A relevância do trabalho realizado pela Cidade com a criação das Vilas Criativas foi reconhecida na área de Inclusão Produtiva e Apoio ao MEI. Já o Espaço do Empreendedor garantiu o selo de Políticas Públicas para o Desenvolvimento dos Pequenos Negócios.

O objetivo do 10º Prêmio Mário Covas Prefeito Empreendedor é destacar iniciativas em prol do desenvolvimento de projetos de estímulo à formalização, desenvolvimento e à competitividade dos pequenos negócios.

Sobre as Vilas Criativas

Santos investe na economia criativa como fator de desenvolvimento social, econômico e urbano por meio das Vilas Criativas, centros culturais cujo funcionamento teve início em 2015. Instalados nos bairros de maior vulnerabilidade social (menor IDH) da Cidade, oferecem qualificação profissional, bem como atividades culturais e convívio social à população.

Atualmente são sete Vilas Criativas em funcionamento, atendendo mais de 5 mil pessoas de todas as idades. Segundo estimativa da Secretaria Municipal de Governo (Segov), gestora dos equipamentos em parceria com órgãos municipais como o Fundo Social de Solidariedade (FSS), mais de 8 mil pessoas já foram qualificadas desde o início das atividades.

Ainda no setor de inovação, para quem deseja aprender marcenaria, Santos dispõe da Ecofábrica Criativa, no bairro Vila Nova, uma escola de marcenaria ecológica que ensina o ofício por meio da construção de mobiliário com madeira 100% proveniente de reciclagem.

Espaço do Empreendedor

O Espaço do Empreendedor, localizado piso térreo da Rua Dom Pedro II, 25, no Centro Histórico, reúne a Sala do Empreendedor e o Banco do Povo Paulista, além de posto do Sebrae. Na Sala do Empreendedor é possível agilizar os processos necessários para abertura de empresas, alteração de atividades econômicas e transferência de local, fomentando a geração de empregos e renda, incrementando a economia local. Já o Banco do Povo Paulista tem o objetivo de oferecer financiamentos para empreendedores de micro e pequenos negócios, para capital de giro e investimento fixo como forma de viabilizar desenvolvimento socioeconômico local e geração de renda.

Fotos: Arquivo

Galeria de Imagens

mulher é atendida na sala do empreendedor #pracegover