Conteúdo

Prefeitura institui "Dia da Ação do Coração"

20 de dezembro de 2012
0h 00

O Dia da Ação do Coração agora faz parte do calendário oficial da cidade. O prefeito João Paulo Tavares Papa promulgou a lei 2.884, que institui a data a ser comemorada em 2 de agosto. A formalização ocorreu na última quarta-feira (19) à noite, durante a abertura da mostra Ação do Coração, no foyer do Teatro do Sesc (Aparecida).

"É a 1ª vez que assino uma lei fora do Paço Municipal, mas faço com grande satisfação por uma causa nobre", disse o prefeito. "A Ação do Coração foi o acontecimento coletivo mais marcante que presenciei nos últimos anos. Nunca vi um público tão grande. Foi um magnífico ato de fé e amor ao próximo. Isto mostra também como Santos é uma cidade de vanguarda", reforçou Papa.

A Ação do Coração foi uma campanha que envolveu mais de 20 mil pessoas na praça Mauá, em 2 de agosto, para celebrar sentimentos de amor, fé e esperança. Foi também uma homenagem ao ator santista Eduardo Furkini, que faleceu, vítima de enfarte, nessa mesma data, em 2011. A ação foi idealizada pela associação que leva seu nome. Em uma grande mobilização as pessoas confeccionaram corações de retalhos e formaram um grande tapete na praça. Houve show de música e caminhada até o Santuário do Valongo.

Irmão do homenageado e idealizador da campanha, Alexandre Camilo agradeceu a participação da prefeitura e falou sobre o significado da mobilização. "O verdadeiro combustível do ser humano é o amor; é o que move o mundo e o que nos dá energia". Segundo ele, a repercussão do evento correu o Brasil e o mundo via internet e redes sociais. Camilo estava acompanhado de sua mãe, Regina Conceição Gonçalves, e irmãs.

Presente ao evento, frei André Becker, do Valongo, associou o evento ao Natal. "Fico feliz com esta solenidade no Sesc e próximo ao Natal que é uma data cristã e de solidariedade; em nosso presépio, no Valongo, o símbolo na entrada da igreja é o coração". O gerente do Sesc, Luiz Ernesto Figueiredo, destacou a satisfação de sediar a exposição e a assinatura da lei. "O Sesc é sempre palco de grande eventos e parceiro da prefeitura; sinto-me feliz e honrado pelo fato da lei ser assinada nesta sede".

A exposição, que tem como curador José Alberto Sarquis, reúne 57 imagens captadas por 17 fotógrafos durante o evento na praça Mauá. Além das fotos, há recortes de jornais com notícias sobre o evento, e corações com mensagens fraternas enviados de cidades do Brasil, Vietnã, Inglaterra e Espanha. A mostra pode ser visitada até 27 de janeiro, de terça a domingo, das 15h às 21h, na rua Conselheiro Ribas, 136, com ingresso livre.

Feedback

Ajude-nos a tornar o Santos Portal melhor. Deixe um comentário, dúvida ou sugestão.