Conteúdo

Prefeitura de Santos realiza prestação de contas a líderes evangélicos

17 de dezembro de 2020
16h 30

Vinte e oito representantes de congregações evangélicas estiveram, na manhã desta quinta-feira (17) na Prefeitura, para o tradicional café da manhã para a prestação de contas da Administração Municipal.

Além do balanço de 2020, foram mostrados pelo prefeito Paulo Alexandre Barbosa os avanços obtidos desde o início da atual gestão, em 2013.

O encontro foi acompanhado pelo atual vice-prefeito, Sandoval Soares, pelo prefeito eleito, Rogério Santos e sua vice, Renata Bravo, além do presidente da Câmara de Santos do próximo biênio, vereador Adilson Junior.

Paulo Alexandre destacou os investimentos realizados na Cidade, em especial nas áreas de Saúde e Educação, e a responsabilidade na gestão do dinheiro público. “Pela Constituição, os municípios devem investir 15% do orçamento em Saúde e 25% em Educação. Estamos fechando 2020 com 21% na Saúde e quase 28% em Educação. Pela lei de responsabilidade fiscal, o município não pode ultrapassar 54% dos gastos com pessoal. Recebemos o Município com um índice de 50,3%, estamos entregando com 42%. Não fizemos nenhuma contratação emergencial pela lei 650/92”.

PRÓXIMO ANO

Para 2021, o prefeito anunciou um orçamento R$ 3,1 bilhões, ante R$ 1,9 bilhão de 2013. O sucessor, Rogério Santos, receberá ainda uma Prefeitura sem dívidas de curto prazo. “Ninguém faz nada sozinho. Administrar Santos será um grande desafio para nós e contamos com a união de todos”, destacou Rogério Santos em sua fala aos líderes religiosos. O encontro foi encerrado com uma oração, pela prosperidade e paz na Cidade.

“Paulo foi o primeiro prefeito que chamou os pastores, desde o primeiro ano, para apresentar a prestação de contas. Louvamos a Deus pelos resultados alcançados e pedimos pelas pessoas que conduzirão nossa cidade”, disse Sérgio Nascimento, presidente do Conselho de Pastores.

Feedback

Ajude-nos a tornar o Santos Portal melhor. Deixe um comentário, dúvida ou sugestão.