Conteúdo
Notícias

Prefeitura aciona empresa para refazer piso de concreto em praça na Pompeia

Publicado: 22 de novembro de 2021 - 15h38

O novo piso de concreto, parte dos serviços de revitalização da Praça Benedito Calixto, em frente à Igreja Nossa Senhora do Rosário da Pompeia, em Santos, precisará ser refeito. A constatação foi feita após vistoria às obras realizada pela Secretaria de Serviços Públicos (Seserp), que já acionou a empresa responsável, a empreiteira Spalla Engenharia e Construção, com sede em São Paulo. A demolição do piso já teve início na última sexta-feira (19).

De acordo com o secretário Wagner Ramos, arquiteto e urbanista, o piso está fora das especificações técnicas do projeto, sem o caimento necessário e com irregularidades que facilitam o empoçamento da água. Ele vistoriou as obras juntamente com técnicos da Subprefeitura da Zona da Orla e Intermediária (Sup-ZOI).

A construção do novo piso não implica em gastos extras para os cofres públicos, além dos R$ 120 mil já previstos e fixados em contrato para a reurbanização do espaço. Com a necessidade de refazer este serviço, a conclusão das obras de revitalização da praça, que atendem à solicitação da comunidade paroquiana, passa a ficar programada para o final de dezembro. 

REVITALIZAÇÃO

O projeto prevê novo paisagismo, com 24 vasos e dois jardins, com cobertura de grama em 50m² e destaque para arbustos e flores; 12 bancos individuais dotados de assento e encosto; nova iluminação; piso podotátil e pedestal com a imagem da santa, devidamente iluminada por holofote. O piso podotátil cobrirá 80 metros quadrados e receberá trilha direcional para orientar o deslocamento de pessoas com deficiência visual até a igreja.

Também serão construídas duas rampas de acessibilidade, a serem posicionadas lateralmente na entrada principal do templo – já existe uma, que será substituída para melhorar a inclinação e facilitar a movimentação do público.  
A pitangueira, o ipê e o ingazeiro plantados na lateral da igreja permanecerão em seus locais originais, na Rua Ceará – a última árvore receberá poda, prevista para as próximas semanas. Já um ingazeiro existente na Rua Euclides da Cunha, nas proximidades do templo, apresenta risco de queda e foi condenado por engenheiro agrônomo da Seserp, e precisará ser retirado por questões de segurança.  
 

Galeria de Imagens

trabalhadores quebram piso em praça #paratodosverem
Praça em obras cercada por rede e igreja ao fundo #paratodosverem