Conteúdo

Praia Acessível ganha cadeiras anfíbias modernas e passarela para acessibilidade em Santos

28 de dezembro de 2019
14h 26
senhora toma banho de mar na cadeira ajudada por rapaz #pracegover

O Programa Praia Acessível está fazendo ainda mais jus ao nome. Neste sábado (28), a Prefeitura de Santos entregou duas novas cadeiras anfíbias, mais modernas e confortáveis, que permitem a pessoas com deficiência e mobilidade reduzida um banho de mar prazeroso. Também foi entregue uma nova passarela para facilitar o acesso dos cadeirantes à praia e à tenda do programa, localizada ao lado do canal 3 (em frente à Avenida Washington Luiz).

As cadeiras anfíbias foram compradas pela Prefeitura, ao custo de pouco mais de R$ 7 mil cada. Além de substituírem as usadas, proporcionarão um ganho aos usuários devido a sua estrutura, que permite, inclusive, flutuar.

Dentre as principais inovações, as novas cadeiras possuem quatro flutuadores (dois laterais, um dianteiro e um traseiro) que também exercem outras funções: os flutuadores laterais são apoio de braço e o dianteiro serve como apoio para os pés e quebra ondas. As entradas e saídas da cadeira estão mais simples, pois os flutuadores laterais (que apoiam os braços) são removíveis e a pessoa é transferida horizontalmente.

A segurança está reforçada, com cinto peitoral de quatro pontos fechado com velcro e facilmente ajustável a qualquer tipo de corpo. Outro cinto localizado no assento garante mais estabilidade ao usuário ao ser fechado com velcro na altura das coxas.

Também houve ganho para quem manobra as cadeiras: a roda dianteira agora é direcional (realiza movimentos 360 graus), de forma a não ser mais necessário levantar a cadeira para trás para mudá-la de direção. Quem experimentou a novidade aprovou. É o caso de Maria Célia da Silva, de 68 anos, que perdeu um pouco o equilíbrio devido a um problema de saúde e atualmente se move com a ajuda de um andador.

“O uso da cadeira anfíbia é ótimo e favorável a pessoas com pouca mobilidade que gostam de tomar banho de mar. Me senti uma sereia”, diverte-se.

PASSARELA

A Prefeitura de Santos entregou também uma passarela que garante um melhor acesso aos cadeirantes à faixa de areia e à tenda do Praia Acessível. Ela substitui as esteiras que anteriormente eram dispostas em cima da areia. A passarela fica na calçada do canal 3, que foi remodelada com mão de obra da Secretaria de Serviços Públicos nos últimos 30 dias.

“O Praia Acessível é um programa de grande valor para a sociedade e é primordial ao permitir o acesso total e irrestrito ao banho de mar. O patrimônio público tem que estar acessível às pessoas”, destaca Cristiane Zamari Diogo, coordenadora de Políticas para a Pessoa com Deficiência da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social.

Como participar

Qualquer pessoa com deficiência ou mobilidade reduzida pode utilizar a cadeira anfíbia. Basta procurar a tenda do Programa Praia Acessível (ao lado do canal 3, em frente à Avenida Washington Luiz). O serviço é gratuito e funciona durante o ano todo aos sábados e domingos, das 9h às 15h. As cadeiras anfíbias suportam pessoas com até 150 quilos e os banhos de mar tem tempo máximo de duração de 20 minutos.

MAIS EQUIPAMENTOS

Durante o mês de janeiro (a partir do dia 4) a tenda do Programa Praia Acessível abrigará ainda o Projeto Empresto Minhas Pernas, que disponibiliza gratuitamente triciclos, canoa, bicicleta petra, bike família, hand bike, prancha de surf e instrumentos para stand up paddle, para pessoas de diferentes idades e condições (não apenas pessoas com deficiência).

Orla inteira entra em obras para tornar praia ainda mais acessível

Em janeiro, terá início a revitalização no entorno de toda a ciclovia da orla, que beneficiará cadeirantes e pessoas com baixa mobilidade, pois no escopo da intervenção estão previstas rampas em todas as alamedas de acesso à areia.

Os chuveirinhos terão toda a tubulação trocada e serão remodelados para facilitar o uso por pessoas com mobilidade reduzida (padrão que já está em funcionamento na Ponta da Praia). As obras tem prazo de execução de oito meses, no valor de cerca de R$ 2 milhões e serão conduzidas pela empresa Starsan Construtora e Locações LTDA.

“Haverá a ainda uma ampla comunicação visual na ciclovias, com placas contendo informações do local e o mapa cicloviário da cidade. Haverá também paraciclos em aço inox e recuperação do piso no entorno da Fonte Vicente de Carvalho (na altura da Avenida Conselheiro Nébias), onde é realizada a Feirarte aos sábados”, destaca o prefeito Paulo Alexandre Barbosa.

Fotos: Rogerio Bomfim

Galeria de Imagens

nova passarela para deficientes na orla #pracegover
tenda do programa #pracegover
cadeiras na areia #pracegover
mulher n a cadeira com homem ajeitando o cinto #pracegover