Conteúdo

Posto de vacinação anti-rábica estará hoje na adc eletropaulo

1 de agosto de 2000
0h 00

Começou, ontem (01) e prossegue até o dia 26 deste mês, a campanha de vacinação anti-rábica que, pretende imunizar, em Santos, 35 mil cães e gatos, 10% a mais do que no ano passado. Hoje (02), o posto de vacinação estará instalado na ADC Eletropaulo (Av. Rangel Pestana, 384, Jabaquara), das 8 às 14 horas. No posto da Sociedade de Melhoramentos do Bom Retiro, na Zona Noroeste, ontem, em apenas uma hora e 20 minutos de funcionamento, 70 cães e cinco gatos já tinham recebido a vacina. A expectativa era de imunizar cerca de 500 animais. A vacinação é uma medida básica para se evitar a transmissão da raiva ao homem através de cães e gatos os quais são mais suscetíveis a contrair o vírus. A doença também pode ser transmitida por morcegos hematófagos (sugador de sangue), que sobrevivem ao mal, mas o propagam para rebanhos eqüinos, bovinos e suínos. Segundo o Serviço de Vigilância e Controle de Zoonoses (Sevicoz), periodicamente são colhidas amostras deste mamífero voador, mas como não temos efetivamente uma zona rural, a preocupação é menor. No Estado de São Paulo, a vacinação em massa como medida preventiva vem contendo o avanço da raiva, que nos últimos cinco anos não teve nenhum caso registrado no território paulista e há 17 anos não se manifesta em Santos. RAIVA A raiva é um doença infecciosa aguda, causada por um vírus, quase sempre mortal, que se manifesta nos animais mamíferos em geral, principalmente nos carnívoros. Os sintomas iniciais são alteração no comportamento, fotofobia (aversão à luz), falta de apetite, evoluindo para paralisia muscular, que quando atinge o maxilar do animal, faz com que ele babe constantemente. A transmissão se dá pela mordida ou contaminação de ferimentos pela saliva de animais doentes, além do sangue e demais secreções. É uma das enfermidades mais antigas que se tem notícia e cuja causa permaneceu desconhecida até 1882, quando o químico francês Luiz Pasteur começou a estudá-la. Vale ressaltar que a doença não tem cura. Se uma pessoa for mordida por um cão suspeito de estar com raiva, deve ser vacinada imediatamente, para que o organismo fabrique os anticorpos necessários a deter a propagação do vírus há tempo, ou seja, antes que ele atinja o cérebro. LOCAIS DE IMUNIZAÇÃO Dia Local Hoje ADC Eletropaulo/Jabaquara (8 às 14h) Av. Rangel Pestana, 384 Amanhã Rua Santo Edésio/ Vila Lindóia (8 às 14h) Próximo ao bar do Nico 6a-feira Mosteiro do São Bento/ Valongo (8 às 14h) Rua Visconde do Embaré c/ Rua São Bento Sábado Emef Pedro Crescenti/ Jardim Rádio Clube (8 às 16h) Emef Maria de Lourdes Benati/ Jardim Castelo S.P. Drops Clube/ Campo Grande (Rua Espírito Santo, 78) EEPG Alzira Martins Licthi/ Morro da Nova Cintra EEPG Benevenuto Madureira/ Jardim Santa Maria EEPSG Andradas (Rua Almirante Ernesto de Melo Jr., 130)