Conteúdo

Pontilhão e viaduto serão reformados em 2019. Confira mapa com obras já realizadas

25 de novembro de 2018
11h 00

Com atenção especial voltada para as grandes estruturas da Cidade, visando garantir a segurança da população e turistas, a Prefeitura vem reconstruindo pontilhões em vários bairros desde 2013. Para o próximo ano estão previstas duas novas obras: no pontilhão localizado na confluência da Avenida Pinheiro Machado com a Avenida Presidente Wilson (orla do José Menino) e também no viaduto Aristides Bastos Machado, próximo à Rodoviária.

O projeto executivo da recuperação estrutural do viaduto, que recebe grande fluxo de veículos que vêm de São Paulo e Zona Noroeste, está sendo analisado por técnicos da Prefeitura para preparação do edital de licitação que vai definir a empreiteira responsável pela obra.

O objetivo é atualizar o diagnóstico elaborado pelo Instituto de Pesquisas Tecnológicas do Estado de São Paulo (IPT) em 2013 e propor medidas preventivas à deterioração da estrutura.

Com essas reformas, o elevado terá o primeiro restauro de grande porte desde sua inauguração, em 6 de novembro de 1976, na administração do prefeito Antônio Manoel de Carvalho. A obra em concreto armado foi idealizada pela Prodesan e possui 385 metros de comprimento.

As verbas para a recuperação da estrutura serão pleiteadas junto ao Departamento de Apoio ao Desenvolvimento dos Municípios Turísticos do governo estadual. A intervenção passará por análise dos conselhos Municipal de Turismo (Comtur) e de Orientação e Controle do Fundo de Melhoria das Estâncias (COC). 

 

 

Pontilhões: 23 obras foram entregues desde 2013

 

Desde 2013, a Prefeitura já entregou 23 obras em pontilhões distribuídos pela Cidade. Nesse período, foram reconstruídas 19 estruturas e erguidas quatro novas. Esse número total vai subir para 25 com outras duas intervenções. 

Além da reconstrução da estrutura localizada na confluência do canal 1 com a orla, prevista para o próximo ano, está sendo construído novo pontilhão na Rua Roberto de Molina Cintra, direção da Rua Pedro Paulo Di Giovanni, na Zona Noroeste, que substitui uma antiga passarela de pedestres. 

Santos conta, atualmente, com 178 pontilhões. A Prefeitura mantém monitoramento constante e efetua as manutenções de rotina. A maioria foi construída na década de 1960 e vem sofrendo as ações do tempo. Quando o custo da manutenção atinge o preço de uma ponte nova, opta-se pela reconstrução.

 

AMPLIAÇÃO

 

A recuperação dos pontilhões visa modernizar e ampliar em 80% a capacidade de carga das estruturas que, em sua maioria, foram construídas há mais de 50 anos e estão desgastadas pela ação do tempo. As novas pontes têm capacidade de carga de 45 toneladas (os antigos suportam 25 toneladas), oferecendo mais segurança a motoristas e pedestres.

 

Foto principal: Rogério Bomfim

Arte: Rodrigo Vieira

 

Galeria de Imagens

Vista geral do pontilhão do canal com a orla que entrará em obras. #Pracegover

Feedback

Ajude-nos a tornar o Santos Portal melhor. Deixe um comentário, dúvida ou sugestão.