Conteúdo
Notícias

Ponte do canal 4 será mais alta, idêntica às dos canais 1 e 2

Publicado: 19 de julho de 2000
0h 00

Uma nova ponte próxima ao mar, no Canal 4, deverá ser construída nos próximos 20 dias, em substituição à que foi destruída, na última terça-feira (18), pela forte ressaca que tomou conta das praias, atingindo inclusive diversos bairros da Zona Noroeste. A maré alta também provocou assoreamento dos canais 1, 2, 3 e 4, com a areia cobrindo as muretas e parte dos brinquedos que formam o ´playground´. O pontilhão teve sua estrutura abalada e começará a ser demolido pela equipe de obras da unidade de engenharia do Departamento de Arquitetura e Urbanismo da Prodesan. Ela deverá ser construída nos mesmos moldes das existentes nos canais 1 e 2. Ambas foram projetadas com apoios de um metro acima do nível de transbordamento dos canais. ZONA NOROESTE A Prefeitura está implantando um projeto de microdrenagem para resolver os problemas de enchentes na Zona Noroeste, sempre que a maré sobe. Serão desassoreados córregos e construídos taludes e comportadas no canal da Av. Jovino de Melo, para acabar com os alagamentos que atingem vários bairros. As enchentes acontecem pelo fato de a região estar em um nível mais baixo do que o restante da Cidade, com um complicador: as comportas do canal da Av. Jovino de Melo são diferentes das da orla da praia, não proporcionando vazão suficiente da maré. A solução seria um sistema de bombeamento para permitir a vazão das águas da chuva, ou a construção de piscinões, para conter a água até o nível da maré baixar.