Conteúdo

Plano nacional de combate ao lixo marinho é lançado em Santos. Confira galeria de imagens

22 de março de 2019
17h 44
Interior de escultura de tubarão baleia já com diversas garrafas PET. Estrutura é toda em metal e tem formato de tubarão baleia

Santos foi escolhida pelo Ministério do Meio Ambiente (MMA) para o lançamento do Plano de Ação Nacional de Combate ao Lixo no Mar, que teve início com recolhimento de resíduos em área de mangue situada no bairro São Manoel nesta sexta-feira (22), Dia Mundial da Água. A Cidade ainda ganhou uma estrutura em formato de tubarão-baleia para descarte de lixo reciclável na praia do Gonzaga e uma ecobarreira no canal 3.

As atividades contaram com a presença do ministro Ricardo Salles, que anunciou investimento de R$ 40 milhões, em várias cidades, para programas de monitoramento das condições da água, rastreamento de resíduos marítimos, fiscalização e orientação. “Esse é o primeiro capítulo da agenda nacional de qualidade ambiental urbana. É um tema extremamente importante para um País que tem 8,5 mil quilômetros de costa e quase 300 municípios litorâneos”.

O combate à poluição marinha, segundo Salles, deve ocorrer por meio de parcerias entre as três esferas do poder público, além da Marinha e de entidades que atuam com preservação do meio ambiente. “É um trabalho conjunto”, disse, mencionando como exemplo o controle da poluição gerada por embarcações. “Vamos fazer um monitoramento do lixo arrastado pelos navios, com apoio de satélites”.

O recolhimento de lixo no mangue contou com a participação de voluntários e foi reforçado por um ecoboat, embarcação do MMA adaptada para a coleta de resíduos marinhos.

 

RECICLAGEM

 

Na praia do Gonzaga, em frente à Concha Acústica, foi instalada uma estrutura em forma de tubarão-baleia, com 3,2 toneladas, 15 metros de comprimento, 5,8 de largura e 2,5 de altura, criada pelo artista plástico goiano Siron Franco em projeto do MMA. O objetivo é oferecer aos banhistas um local correto para o descarte de lixo limpo.

Os primeiros a depositar material no recipiente foram os cerca de 100 alunos das escolas municipais João Papa Sobrinho e Cidade de Santos que compareceram à cerimônia de lançamento.

“Essa é uma importante obra de arte aqui na praia do Gonzaga. Ao lado, no Boqueirão, temos o peixe, onde já foi registrada uma adesão bastante significativa pela população. Isso demonstra como são fundamentais essas ações de conscientização”, disse o prefeito Paulo Alexandre Barbosa, ressaltando os índices positivos obtidos pelo Município quanto ao percentual de lixo reciclável coletado. “Tínhamos 2% no início dessa gestão e agora temos 18%”.

Uma ecobarreira (flutuante) foi instalada no canal 3, próxima à praia, a fim de impedir que resíduos provenientes das galerias pluviais cheguem ao mar. A estrutura foi cedida pelo MMA.

A cerimônia contou ainda com a presença do secretário estadual de Infraestrutura e Meio Ambiente, Marcos Penido, além de deputados federais e estaduais e vereadores. Também participaram representantes da Marinha do Brasil.

O evento teve apoio das instituições Mantas do Brasil, Albatroz, Rebimar e Instituto Mar Azul, além da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp).

 

MUNICÍPIO

 

Em Santos, um programa de combate ao lixo marinho é realizado desde junho de 2018 pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semam), em parceria com a Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais (Abrelpe), a Associação Internacional de Resíduos Sólidos (ISWA) e o governo da Suécia.

Também nesta sexta-feira, o secretário Marcos Libório (da Semam) entregou ao ministro Ricardo Salles um documento resultante do 5º Fórum de Secretários de Meio Ambiente do Litoral Paulista, realizado em fevereiro em Itanhaém.

 

Fotos: Isabela Carrari

Galeria de Imagens

A estrutura vista de longe, com o  formato de tubarão-baleia visível. #Pracegover
Estrutura de 3,2 toneladas, 15 metros de comprimento, 5,8 de largura e 2,5 de altura, é de autoria do artista plástico Siron Franco
Ecobarreira flutuante instalada no canal três. #Pracegover
Estrutura faz barreira contra o avanço de detritos
Uniformizados, estudantes foram os primeiros a depositar resíduos na nova estrutura na areia da praia. #Pracegover
Estudantes foram os primeiros a depositar detritos na nova estrutura
Mutirão de coleta de resíduos em área de mangue. Pessoas usando capas e luvas estão recolhendo detritos. #Pracegover
Mutirão foi realizado em área de mangue no São Manoel
Grandes sacos de plástico estão recheados de detritos coletatos no mangue. Um homem junta os sacos próximo a um muro. #Pracegover
Grande quantidade de detritos foi recolhida em mutirão